Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: A compra de votos como impulsionador da corrupção generalizada na política
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Compra de votos, superfaturamentos de licitações, vendas de cargos e trocas escusas que se resumem em uma palavra: corrupção. Nos últimos...
Compra de votos, superfaturamentos de licitações, vendas de cargos e trocas escusas que se resumem em uma palavra: corrupção. Nos últimos meses em Santa Cruz do Capibaribe e país afora, uma sucessão de denúncias e processos judiciais têm colocado em evidência este tema que deveria ser o antônimo da arte política, mas que, muitas vezes, por aqui, tem se tornado seu sinônimo.

Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É tirar vantagem em um "projeto de poder" atribuído. O verbo "corromper" (do latim e grego) significa " "ato de quebrar aos pedaços", ou seja, decompor e deteriorar algo.

A corrupção é uma chaga entravada no seio de muitas nações, impedindo o desenvolvimento. Para Selim Jahan, diretor do Grupo de Redução da Pobreza do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), com sede em Nova Iorque, nos Estados Unidos, a apropriação indevida de verbas públicas pode ser mais prejudicial para o combate à pobreza do que os efeitos da crise econômica. Para o diretor da ONU, a corrupção é pior do que a falta de dinheiro. Nela, os recursos existem e foram aportados, mas acabaram nas mãos de quem os usa para proveito próprio. A não existência de dinheiro pode ser contornada, mas a corrupção acaba por engolir todo e qualquer valor que venha a ser amealhado.

Não é demais lembrar que a má qualidade dos serviços públicos tem a ver com a incidência da corrupção. Somente com um combate permanente e coletivo poderemos criar as condições para que possamos ter melhor educação, saúde, saneamento e segurança pública.

A reportagem do Blog Merece Destaque perguntou ao empresário santacruzense Admilson Gomes: o que você acha sobre doações para campanhas, compra de votos e superfaturamentos? Os três têm ligação direta? Como isso afeta depois sua vida como empresário e cidadão? Admilson Respondeu o seguinte:

"Doação de campanha é o berço da corrupção. Nenhum empresário faz doação sem esperar receber algo em troca, seja lucro, marketing ou favorecimentos políticos. Compra de votos é a corrupção em sua forma mais descarada e covarde. Partidos conseguindo o que quer sob pressão do poder econômico, assassinando a democracia. Superfaturamentos em sua maioria estão diretamente ligados a doações de campanhas e compras de votos. Geralmente é a moeda de troca usada por governos para retribuir as doações recebidas em campanha ou pagar pelo voto comprado. Também são muito praticados para fazer caixa de partidos e sustentar toda uma cadeia de corrupção instalada nas diversas instituições governamentais. Vide os atuais escândalos envolvendo as maiores empresas brasileiras. Isso afeta empresas e cidadãos de modo geral e direto, pois são desviados altos valores que poderiam estar sendo aplicados em serviços públicos, tão carentes em todas as regiões do país. pagamos um dos maiores impostos do mundo e temos um dos piores retornos em investimento público do planeta".

O que um cidadão comum pode fazer para combater a corrupção? O médico oftalmologista Éder Aragão Neves respondeu esta pergunta de forma sucinta. "Primeiro ele tem que combater a sua própria corrupção. Não querer levar vantagem em tudo, não furar fila, não oferecer nem aceitar dar propina a guarda de trânsito, não furar sinal vermelho, etc. Ser honesto consigo mesmo. Segundo: dar o exemplo em casa. Não aceitar, por exemplo, que um filho "file " na prova da escola. É aquela história: O cidadão que vende seu voto não tem moral de exigir absolutamente nada do patife que ajudou a eleger. A corrupção vem daí, dos próprios cidadãos, não foi inventada por nenhum gênio da política. Vereadores, deputados, prefeitos, senadores e até o presidente da república não estão em seus gabinetes por concurso público ou "na marra", não. Estão lá pelo voto do povo, espontâneo. O meu e o seu.". Disse Éder.

O tema corrupção é extremamente complexo, mas ele ganha maior destaque na política. Se os políticos são eleitos para representar o povo, é necessário que a população seja honesta e escolha representantes pensando no bem comum e não em "levar vantagem" direta, vendendo seu voto.

Por Almir Neves / Blog Merece Destaque
Fontes: Wikipedia e oabrs.org.br

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

 
Topo