Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Postos de saúde de Santa Cruz do Capibaribe funcionam muito mal, relatam Agentes de Saúde
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Vários Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do município de Santa Cruz do Capibaribe procuraram o Blog Merece Destaque para tornar públi...

Vários Agentes Comunitários de Saúde (ACS) do município de Santa Cruz do Capibaribe procuraram o Blog Merece Destaque para tornar público a insatisfação da classe quanto à falta de assistência por parte da Secretaria Municipal de Saúde no tocante a condições de trabalho.

De acordo com os agentes, tem sido muito complicado a execução das tarefas diárias, uma vez que a prefeitura não lhes dá as condições necessárias.
"Tem sido Difícil! Estamos praticamente sem condições de trabalhar. Além de ter meus instrumentos de trabalho sucateados, como bolsa para carregar as fichas necessárias pra realizar as visitas, também não sei mais o que falar para as pessoas, pois no posto falta medicamentos, materiais de realização de curativos e nem dar apoio aos hipertensos e diabéticos a unidade de saúde não está conseguindo. O HGT está quebrado! Os diabéticos não estão conseguindo verificar a taxa de açúcar no sangue. O dentista praticamente faz 6 meses que não realiza procedimento no consultório por falta de material. A equipe está lá fazendo o que pode para atender a população, mas as condições são mínimas", relatou Joseildo, Agente de Saúde do Bairro Santo Agostinho.
Um Agente de Saúde do Bairro São Cristóvão também contou o drama vivido diariamente na unidade de saúde do bairro.
"No Posto do São Cristóvão estamos sofrendo muito. Essa semana quebrou o aferidor de pressão e não tem previsão de quando chega... Já não tinha o aparelho de ver a taxa de glicemia nos diabéticos... Tá uma coisa séria! Tive que levar um idoso da área onde trabalho para aferir  pressão em outro local, porque no posto não tem como" Disse o ACS.
Outra reclamação dos Agentes de Saúde é a respeito da falta de materiais de trabalho. Segundo os profissionais, a última vez que receberam materiais de trabalho, como bolsas, foi no ano de 2011, há cinco anos, ainda na gestão do ex-prefeito Toinho do Pará.
"A única coisa que a atual gestão nos entregou foi um "fardamento" com apenas uma única camiseta e um único boné há uns 2 anos e disseram que as bolsas estariam sendo confeccionadas e o fornecedor havia atrasado, mas que seriam entregues depois. Até hoje a gente espera por estas bolsas que nunca foram entregues. Temos que tirar do nosso salário para comprar materiais e muitas vezes fazemos isso pela população que já é tão sofrida, mas não aguentamos mais", relatam os Agentes.
Em um "acordo" feito entre os Agentes de Saúde e a Secretaria de Saúde de Santa Cruz no início do ano de 2016, ficou definido que o incentivo adicional (recurso do Ministério da Saúde destinado aos Agentes de Saúde) enviado no final do ano de 2015, já que não é repassado à classe em forma de salário, seria usado na compra de materiais de trabalho e de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), no entanto, até o final do mês de maio de 2016, a compra e repasse dos materiais aos ACS não foram feitos.
"Entregaram apenas balanças. Os outros materiais como fardamentos e bolsas usadas no trabalho diário não foram entregues até agora. Todo final de mês inventam uma desculpa. Sem falar que não temos nada a oferecer à população, já que nos Postos de Saúde não tem medicamentos nem outros materiais básicos", relatam alguns ACS.
Enquanto isso, a propaganda da prefeitura diz que "a cidade avança, com respeito a você".

Do Blog Merece Destaque

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

 
Topo