Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Em meio ao surto de caxumba, saiba como preservar a fertilidade dos homens acometidos pela doença
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Vírus que causa a “papeira” pode atingir os testículos masculinos e causar infertilidade. O Brasil está passando por uma epidemia de ...
Vírus que causa a “papeira” pode atingir os testículos masculinos e causar infertilidade.

O Brasil está passando por uma epidemia de caxumba. Só neste ano, o número de casos da doença cresceu consideravelmente em todo o país. Em São Paulo, por exemplo, o aumento expressivo chegou a 500%, o que caracterizou o maior surto desde 2008. Em Pernambuco, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, de janeiro a julho já foram registrados cinco surtos em toda a Região Metropolitana com pelo menos 94 pessoas atingidas.

Popularmente conhecida como “papeira”, a doença é provocada pelo vírus da família paramyxovirus e se caracteriza pela inflamação das glândulas salivares parótidas, que ficam nas laterais do pescoço, logo abaixo da mandíbula. Os sintomas mais comuns são febre, cansaço, inchaço e dores na região do maxilar. Sua transmissão acontece através do ar e pelo contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas. Em alguns casos, a doença pode causar complicações mais sérias, como aborto, surdez, meningite viral e orquite (inflamação dos testículos).

A orquite, inclusive, é um grande temor entre os homens. É que a inflamação pode destruir o epitélio germinativo dos testículos, local onde ocorre a produção de espermatozoides, e causar a infertilidade. O problema pode acontecer geralmente de uma a duas semanas após o início da caxumba, porque as glândulas do ovário e dos testículos apresentam semelhanças fisiológicas com as salivares e, portanto, também podem ser contaminadas.

Segundo o urologista Filipe Tenório, do Hospital Santa Joana Recife, é possível identificar a infecção através de alguns sintomas, como dor e inchaço nos testículos, febre e presença de sangue no esperma e na urina. “Infelizmente não há nenhum tratamento específico para a orquite. Assim como para a caxumba, o médico receita apenas analgésicos para diminuir as dores, repouso e muita hidratação”, explica.

Uma vez diagnosticado com a inflamação, é preciso que o paciente tome algumas atitudes a fim de preservar a fertilidade. “Uma conduta que pode ser realizada logo após identificar a orquite, ou mesmo após o diagnóstico da caxumba, é o congelamento do sêmen, já que os espermatozoides produzidos e armazenados no epidídimo podem ser salvos”, indica Tenório. Isso é importante porque caso haja a atrofia dos testículos, os danos são irreversíveis.

Tenório explica ainda que para confirmar se o paciente ficou infértil ou não, ele precisa realizar, pelo menos três meses após a doença, um espermograma, exame que analisa a quantidade e qualidade dos espermatozoides produzidos.

É importante ressaltar que a melhor forma de prevenir a papeira é através da vacina tríplice viral, fornecida pelo Ministério da Saúde, que protege contra caxumba, sarampo e rubéola. Ela deve ser tomada ainda na infância para garantir imunidade contra o vírus pelo resto da vida.

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

Traduzir / Translate

 
Topo