Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Dicas da Pediatra sobre Respiração Bucal
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Dra. Viviane Valença. A criança que respira pela boca por um período não inferior a 6 meses caracteriza-se como um respirador bucal. E...
Dra. Viviane Valença.
A criança que respira pela boca por um período não inferior a 6 meses caracteriza-se como um respirador bucal. Esse tipo de respiração poderá provocar uma série de alterações faciais e corporais e pode ter várias causas (entre elas, rinite alérgica, hipertrofia de adenóide, hipertrofia de amígdalas, desvio de septo, ...).

Vamos nos concentrar, nesse momento, na função de prevenção dos danos.

A primeira prevenção consiste em estimular o aleitamento materno, evitar hábitos bucais perniciosos da infância, como o uso de chupetas e mamadeiras, além da sucção digital (chupar dedo).

A amamentação, além de suprir as necessidades nutritivas e emocionais das crianças, estimula o desenvolvimento adequado das estruturas faciais e bucais. Contribui para o crescimento mandibular e o posicionamento lingual adequados, por meio do equilíbrio das forças musculares. Na amamentação, o bebê realiza movimentos póstero - anteriores com sua mandíbula, numa "ordenha", à custa de um grande esforço muscular. Esses movimentos vão gerar crescimento em comprimento que compensará a mandíbula mais retraída em relação à maxila no recém nascido. Além de toda a musculatura ir ganhando tônus, que mais tarde permitirá a mastigação de alimentos duros e fibrosos, o reflexo de respiração nasal fica mais reforçado, pois, para conseguir o leite, o bebê precisa fazer um selamento hermético da cavidade bucal (lábios contra o peito).

A criança que usa mamadeira tem todo esse processo invertido. Além de não poder realizar os mesmos movimentos, sua saciedade é mais imediata. Por não ter a necessidade de fazer esforço ao sugar o bico da mamadeira, ela tenderá a introduzir o dedo ou a chupeta como uma necessidade de exercitação da musculatura, além da perda de sincronia respiração-sucção-deglutição que acontece no peito, despertando o hábito exclusivo de engolir e controlar o fluxo com o dorso da língua, facilitando o início de uma respiração bucal.

A prevenção é a intervenção mais precoce que pode evitar um comprometimento geral da saúde do indivíduo. É necessário, portanto, um trabalho conjunto, envolvendo especialistas das áreas da Fonoaudiologia, Otorrinolaringologia, Odontologia, Pediatria, com vista à maximização do diagnóstico, facultando a correção da patologia básica ainda nos primeiros anos de vida, diminuindo, assim, os danos.

Viviane Valença é Médica Pediatra e atende na Clínica Viviane Valença, localizada na Rua Dom Pedro I, Nº 64, Bairro Dona Dom, em Santa Cruz do Capibaribe - PE. Telefone:(81) 3731-4430.

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

 
Topo