Admilson Gomes Admilson Gomes Author
Title: JOIAS DA NOSSA FAUNA - CAMBACICA
Author: Admilson Gomes
Rating 5 of 5 Des:
Hoje irei falar um pouco sobre esse verdadeiro músico das nossa matas. A cambacica é muito comum em regiões com árvores frutíferas, mas tamb...
Hoje irei falar um pouco sobre esse verdadeiro músico das nossa matas. A cambacica é muito comum em regiões com árvores frutíferas, mas também já foi avistado em regiões de mata de caatinga, onde se encontram os frutos de mandacaru. Pode ser vista também em qualquer ambiente que tenham muitas flores, inclusive em jardins residenciais, pois se adapta facilmente a ambientes urbanos, sendo muito comuns nas grandes cidades.

Em nossa região ele também é conhecido por sebite ou guriatã. Os machos não apresentam variações de plumagem em relação à fêmea.

Esses registros foram feitos em dias alternados. Dada a abundancia da espécie e sua facilidade de visualização, esse não é das espécies que fazer o coração pulsar mais forte quando o encontramos, mas nem por isso posso deixar de registrar a beleza e a importância dessa pequena ave de nossa fauna.

Assim como a maioria das aves frutíferas, a cambacica tem importância relevante para a dispersão de sementes pela natureza. A sobrevivência de flores também depende do belíssimo trabalho de polinização feito pela cambacica.
Você já deve ter visto pequenos arbustos que brotam nos cabos de energia nas cidades. Pois bem, isso são devido a dispersão das sementes que os pássaros fazem através das fezes.
É claro que isso não se limita aos cabos elétricos. Florestas são formadas somente com a dispersão de sementes feitas pelas aves.

É uma ave bastante ativa, ficando parada somente nas horas em que está se alimentando ou cantando.
Gosta de tomar banho diversas vezes ao dia, para retirar o muco pegajoso das frutas de que se alimenta. Seu canto é forte, melodioso e inconfundível, podendo ser observada a qualquer hora do dia e em qualquer época do ano.

Muito arisco e briguento, esse pássaro não mede esforços para defender seu território, chegando até a cair em solo engalfinhadas com outros de sua espécie, onde continuam uma luta ferrenha.

Quando necessário, muitas vezes ele fica pendurado de cabeça para baixo em galhos, frutos ou até mesmo flores, para se alimentar de seu néctar.





Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

 
Topo