Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Vaca de 250 kg atola às margens de rio no Agreste e é resgatada por 4 homens
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Vaca foi encontrada atolada às margens do Rio Ipojuca (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal). Uma vaca da raça nelore de cerca de 250...
Vaca foi encontrada atolada às margens do Rio Ipojuca (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal).

Uma vaca da raça nelore de cerca de 250 kg atolou às margens do Rio Ipojuca na manhã da sexta-feira (6) entre os municípios de Bezerros e Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Ela foi encontrada na lama pelo agricultor José Antônio de Amorim, de 34 anos, enquanto ele estava a caminho do plantio. Ao ver a situação do animal, ele tentou retirá-la sozinho, mas precisou da ajuda de outros três para salvar a vaca.

Grupo usou cordas para resgatar vaca da lama

(Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal).
Ele disse que a lama estava pressionando a barriga do animal. "Então tirei a lama com as próprias mãos e fiz um buraco para que a barriga dela ficasse livre ", contou.

Em seguida, tentou alugar um trator para puxar a vaca, mas não encontrou nenhum disponível. Então chamou dois irmãos dele e um amigo.

Amorim disse que eles precisaram usar duas cordas para amarrar o pescoço e a barriga. "Foi tudo na força da mão. Pegamos as cordas, amarramos e puxamos. Foi então que conseguimos tirar ela da lama", explicou. A ação durou pouco mais de vinte minutos.

Após retirar a vaca da lama, o grupo deu um banho no animal. "Não deixamos ela levantar para que ela não gastasse energia. Então fomos pegando água do rio e lavando", disse Antônio. Após dar banho no animal, o agricultor disse que ela se juntou ao rebanho e saiu para pastar. O dono do animal não foi encontrado. "Não fazemos isso pela recompensa, mas pelo prazer em ajudar", afirmou.

Do G1

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

 
Topo