Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Lava Jato: a Justiça agora também tem seus personagens
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Antes da Lava Jato, o Mensalão foi o que de mais “brilhou” na mídia desde a explosão dos escândalos. A “caça” aos mensaleiros foi conta...

Antes da Lava Jato, o Mensalão foi o que de mais “brilhou” na mídia desde a explosão dos escândalos. A “caça” aos mensaleiros foi contada em diversos episódios pelos mais diversos meios de comunicação em massa! As redes sociais também “abrilhantaram” os eventos e o Brasil assistiu a uma das maiores investidas nos políticos envolvidos nos esquemas.

O episódio intitulado “Mensalão” teve todos os seus recortes. Não temos nem ideia do que originou a desarticulação de um esquema que se desenvolvia há tantos anos. Não podemos negar, no entanto, que a “descrença” do povo; a “deterioração” do sistema; a alta carga de impostos; a deficiência dos serviços públicos e a certeza da impunidade etc. foram fatores relevantes para a reação do sistema no sentido de resgatar sua credibilidade.

Os capítulos foram inesquecíveis. A prisão de José Genoíno, Marcos Valério, Roberto Jeferson, José Dirceu, Delúbio Soares etc. As suspeitas levantadas sobre Lula, Cunha, Dilma e tantos outros líderes temperaram o clima de sensação de corrupção desarticulada e de infratores investigados e punidos.

As investigações corriam em alta velocidade! Choviam notícias de prisão, gravações “clandestinas”, ações policiais “secretas”, pedidos de prisão preventiva, descoberta de ligação entre políticos dos mais diversos partidos, sendo em sua maioria petistas, políticos e empresários ligados ao PT. Uma verdadeira novela com seus mais “peculiares” atores!

Passados alguns anos, de vez em quando, ainda se fala em Delúbio, comenta-se sobre Dirceu, noticia-se muito sobre Genoíno, o envolvimento de Lula ainda é uma cena misteriosa para um próximo capítulo. Mas uma coisa é certa: não se fala sobre os juízes que os condenaram! Falam-se muito dos suspeitos, investigados, processados, condenados. Ou seja, a todo o tempo, o assunto são os “envolvidos” objetos das sentenças, mas ninguém se lembra de quem proferiu as sentenças!

Parece que há quem aposte que tenha sido a “Justiça” sem rosto! A mão da lei e não a mão do homem! O que incomoda os “arquitetos” do sistema é o fato de que todas as denúncias e prisões, todas as sentenças e condenações não ficaram marcadas! Os condenados ficaram na boca de muita gente. Figuras ainda muito fortes como o Lula “brilharam” tanto que lideram pesquisas! O papel de “benfeitor” inigualável e de investigado “sem culpa” foi muito bem encenado.

Mas outro fato causa insônia nos interessados na manutenção do sistema: a novela do Mensalão serviu mais para criar “personagens” punidos do que exemplo de luta contra a corrupção. O exemplo de combate à corrupção não ficou! A sociedade brasileira nunca engoliu a ideia de que houve a desarticulação dos milionários esquemas e, nos episódios do Mensalão, os personagens, muitos deles condenados, cumprindo a pena em regime fechado, tem suas caricaturas “estampadas” na mente da população, muitas vezes, mais como fantoches do que como malfeitores! Os verdadeiros “malfeitores” não apareceram entre os mensaleiros, mas os desditosos personagens presos ainda “encantam” os poucos esperançosos de uma possível vitória contra a corrupção!

Da Justiça não restou lembranças! Tentou punir seu rosto. Não nos lembramos de nenhum juiz daquele tempo! Enquanto isso, nossa população, amante envenenada dos espetáculos, assistiu em silêncio à decretação das prisões, mas essa mesma população nunca se realizou pela “Justiça” como se realizou no tetracampeonato mundial de 1994!

Faltou o espetáculo! A Justiça puniu, mas não tinha nenhum personagem! Os acusados e condenados, por seu turno, eram personagens vibrantes e populares! Parte da população partiu em defesa do Lula e de seus amigos! O povo brasileiro venera as imagens, mesmo que vazias, mas “espetaculosas”! Quase sempre sem sentido, como as “guerras” das torcidas organizadas que por nada lutam a não ser pelo seu não sentido! Por isso, na Lava Jato, a Justiça também tem seu personagem. A partir de agora, não serão só o Lula ou o Marcelo Odebrecht que pode brilhar!

Sérgio Moro não é somente como aqueles juízes “sem rosto” que condenaram uma boa porção dos envolvidos no Mensalão! Não se tratam mais dos condenados de uma grande história política sendo interrogados e julgados por um juiz “sem história”, que quase toda a população desconhece! Não se pode mais admitir que a Justiça não esteja entre os personagens! Como brilhar no país apaixonado por espetáculos, novelas, jogos de futebol sem que tenha seus próprios personagens? As novelas têm seus atores venerados, o futebol tem seus ídolos, a política tem seus monstros, verdadeiras enxurradas de votos! Mas e a Justiça, quem a representará na Operação Lava jato?

Nas redes sociais espalham-se publicações que contam a história do juiz Sérgio Moro. Os canais de televisão não param de citá-lo em suas manchetes. Hoje em dia, a Justiça não ficará sem “representação”. O interrogatório do Lula recentemente foi realizado por Moro (também personagem)! A mídia, inclusive as grandes emissoras de televisão e os grandes jornais, noticiaram mais ou menos assim: “Lula será sabatinado por Moro!”; “Moro fará o interrogatório do Lula!”. A partir de hoje, quando as “operações” da Justiça forem relembradas pela população, a Justiça também será relembrada, pois ela (Justiça) também tem seu personagem!

A sutileza é sem igual. A população será metralhada por notícias dando conta de que a corrupção está sendo combatida. Agora tem alguém com coragem de condenar! Começou à caça aos grandes corruptos! Isso pode gerar a crença em tantas reclamações da população em geral. A boca miúda (a população menos esclarecida) defende a punição dos menores infratores; exige a extinção dos movimentos que lutam em defesa dos direitos humanos, reclama a construção de mais presídios e imposição de penas mais duras (inclusive a pena de morte) etc. uma sutileza que visa a um verdadeiro resgate da credibilidade do país aos olhos da sua grande massa inculta – uma verdadeira fonte de votos.

Porém, nesse campo de incertezas e denúncias, de personagens presos e soltos, famosos e anônimos, ricos e pobres, grandes e pequenos, “delatores” e “delatados” pode surgir um personagem mais veemente. Seu grito já está arrebanhando apoios! Já falei antes e não tenho receio em repetir, Jair Bolsonaro pode ser um personagem que conquiste a simpatia da massa de eleitores e o ano de 2018 poderá ter surpresas!

Clécio Gonçalves Dias
Poeta, Corretor de Imóveis e Advogado.

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

Traduzir / Translate

 
Topo