Tumulto durante reunião da Câmara de Santa Cruz terminou com uma pessoa detida


Na tarde desta terça-feira (05) um tumulto ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, após o militante político Clodoaldo Barros, o qual estava no plenário da casa, dirigiu-se ao vereador Zé Minhoca (PSDB) e fez cobranças sobre documentos relacionados a CPI do Calçadão.

Segundo informações, Clodoaldo queria acionar a justiça para ter o direito de ser ouvido na CPI e por isso cobrou do vereador que presidiu a CPI, as atas de reuniões para comprovar que não fora ouvido e acabou se alterando quando o vereador se negou a fornecer os documentos e jogou alguns papeis no chão.

Zé Minhoca, que além de vereador é policial rodoviário federal, também se alterou e acabou dando voz de prisão a Clodoaldo, alegando desacato.

O presidente da Câmara, Afrânio Marques, também acabou se envolvendo na confusão, chegando a trocar insultos com Clodoaldo, mas foi contido pelos colegas de bancada.

A Guarda Municipal foi acionada e,  sem que houvesse resistência, conduziu Clodoaldo até a delegacia de polícia, onde o mesmo prestou depoimento e foi liberado mas responderá a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por desacato.

Fotos: Bruno Muniz

Traduzir / Translate