Magalu

Projeto de Pernambuco é um dos vencedores do Prêmio Criança 2020, da Fundação Abrinq


A Fundação Prêmio Criança 2020 divulgou os três projetos vencedores da sua 23ª edição, em uma transmissão online, realizada na terça-feira, dia 27 de outubro. As iniciativas selecionadas são de São Paulo (SP) e Cabo do Santo Agostinho (PE). 

1º lugar: AAPQ - Associação de Apoio ao Projeto Quixote – Projeto Quixote – São Paulo (SP); 

2º lugar: Instituto Fazendo História – Com Tato – São Paulo (SP); 

3º lugar: Manaíra – Prevenção em Saúde Mental para Crianças e Adolescentes em Grupos de Inclusão – Cabo de Santo Agostinho (PE);

A cada dois anos, o Prêmio Criança reconhece iniciativas inovadoras, com foco no direito à educação, proteção e saúde, realizadas por organizações da sociedade civil e empresas. A edição deste ano teve foco em projetos voltados à promoção da saúde mental, diagnóstico e atendimento de casos que se configurem como riscos para a saúde mental – depressão, automutilação e comportamento suicida de crianças e adolescentes. 

Promovido pela organização Manaíra, o projeto Prevenção em Saúde Mental para Crianças e Adolescentes em Grupos de Inclusão, em Cabo de Santo Agostinho (PE), atende 297 crianças e adolescentes, de 6 anos a 17 anos e 11 meses. Os diagnósticos das crianças e dos adolescentes atendidos são de transtornos do espectro autista, transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, transtornos de ansiedade e síndrome de Down. 

O projeto promove a redução do agravamento dos problemas de saúde mental, por meio dos atendimentos em grupo e individual da equipe técnica – psicólogos, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e assistente social – e de atividades socioeducativas como artes, músicas, yoga, dança, meio ambiente e brincadeiras, que possibilitem aos atendidos a promoção para o seu desenvolvimento mental saudável. 

O Ministério da Saúde (MS) aponta um aumento progressivo de automutilações, tentativas de suicídios e suicídios entre adolescentes com 15 anos ou mais no período de 2011 a 2018. Enquanto em 2011 foram 7 mil ocorrências, em 2018 esse número aumentou para quase 45 mil registros. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde mental é definida como um bem-estar no qual o indivíduo consegue ficar bem consigo mesmo e com os outros, de modo a responder positivamente às adversidades que surgem na vida. Por esses e outros fatores, é fundamental promovê-la desde a infância, período cujos aspectos sociais e emocionais estão em desenvolvimento. 

Conheça mais sobre cada um dos projetos finalistas e vencedores acessando o site: www.premiocrianca.org.br

Prêmio Criança

Criado em 1989, o Prêmio Criança foi um dos primeiros programas desenvolvidos pela Fundação Abrinq, com o objetivo de reconhecer e dar voz a projetos de outras organizações da sociedade civil que contribuam para assegurar os direitos das crianças e dos adolescentes. 

Sobre a Fundação Abrinq

Criada em 1990, a Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente é uma organização sem fins lucrativos que tem como missão promover a defesa dos direitos e o exercício da cidadania de crianças e adolescentes. Tem como estratégias: o estímulo à responsabilidade social; a implementação de ações públicas; o fortalecimento de organizações não governamentais e governamentais para prestação de serviços ou defesa de direitos de crianças e adolescentes. 

Assessoria de imprensa da Fundação Abrinq – 4Press

Postar um comentário

0 Comentários