Magalu

Artigo: A força libertadora do perdão


Você se lembra de alguém de quem gostava muito e deixou de gostar?

Você tem algum inimigo a quem nunca perdoou e até desejou vingança?

Segundo o filósofo inglês Francis Bacon "A vingança te torna igual ao inimigo e o perdão te torna superior a ele".

Na vida, há momentos em que precisamos perdoar, mas um dia chegará o momento em que precisamos ser perdoados.

O poeta George Hebert, percebeu que "Aquele que não consegue perdoar os outros destrói a ponte por onde irá passar".

Somente o perdão liberta, pois quem se vinga fazendo o mal a outrem se torna igual ou até pior do que ele...

Josh Billings descobriu que "Não existe vingança tão completa quanto o perdão".

Perdoar é tão extraordinário que o filósofo Luiz Felipe Pondé concluiu que "O perdão é maior do que a justiça, ele cabe onde a justiça não seria suficiente. É possível ser justo com alguma pessoa, sem perdoá-la".

Augusto Cury já nos disse que "Os inimigos que não perdoamos dormirão em nossa cama e perturbarão o nosso sono".

Por fim, encerro, fazendo minhas as palavras de Nelson Mandela, depois de deixar a prisão: "Quando eu saí em direção ao portão que me levaria à liberdade, eu sabia que, se eu não deixasse minha amargura e meu ódio para trás, eu ainda estaria na prisão".

Escrito por Clécio Dias.
Imagem reprodução Internet 

Postar um comentário

0 Comentários