Secretário Galego de mourinha renuncia ao cargo

Secretário Galego de mourinha renuncia ao cargo
                                                    CARTA RENÚNCIA                                         
Venho, nesta, apresentar-lhe a minha renúncia, em caráter irrevogável, ao cargo de Secretário de Infraestrutura, para o qual fui nomeado em janeiro de 2009. Agradeço, desde já, a Vossa Excelência que, em mim, depositou sua confiança para exercício desta função. Acredito que, enquanto estive no exercício de meu cargo, busquei fazer o melhor, procurando, assim, contribuir com a sua administração. Em nome da estima e lealdade que lhe tenho, não medi esforços para proporcionar ao seu governo o respeito e o reconhecimento do povo que lhe garantiu uma grande vitória nas urnas.


Encarei a missão como mais um desafio na vida. Durante o período que estive a frente da pasta, pude perceber o quanto é complexo os problemas estruturais desta cidade. O contato com a população no projeto Secretaria nos Bairros me fez conhecer de forma prática as necessidades e carências dos bairros de nossa cidade, fazendo-me sentir feliz quando as reivindicações da população eram contempladas.


Procurei atender a todos que me procuraram, na rua ou no gabinete, independente de cor partidária. Se não fiz mais, foi conseqüência das condições de trabalho que nos foram proporcionadas – marcadas pela escassez de recursos materiais e humanos – bem como, dos entraves e resistências por parte de alguns que, de maneira egoísta e inconseqüente, tentaram frear ações desta secretaria. Lamento a estreiteza da mente de alguns que ainda não entenderam que o nosso lema é construir e cuidar das pessoas.


À imprensa, colaboradores e amigos, agradeço a compreensão e a maneira carinhosa que me trataram. Devo agradecer àqueles que me impulsionaram adiante. É hora, mais do que nunca, de valorizar as amizades e os conhecimentos adquiridos aqui. Fiz amigos, muitos dos quais me acompanharão para sempre. Por isso, tenho que comemorar!


Contudo, os grandes obstáculos e a pressão inerentes à gestão da Secretaria de Infraestrutura têm comprometido meu bem-estar físico e emocional. Portanto, afasto-me das minhas funções, pois necessito zelar por minha saúde.


Assim, é com total tranqüilidade de espírito e certeza do dever cumprido, que apresento minha renúncia.

Atenciosamente,                  

José Moura Filho

Programação da festa de Santa Ana 2010, Congo PB

Programação da festa de Santa Ana 2010, Congo PB
A festa de Santa Ana é tradição no Congo. Todos os anos a cidade recebe muitas pessoas de toda região e até de outros estados que vêm prestigiar a festa, este ano as festividades acontecerão nesta sexta 30 e sábado 31 com as seguintes atrações: 

SEXTA 30 - 07
Mastruz com Leite
Gente Boa
Gilson


SÁBADO 31 - 07
Mulher Chorona
Luciene Melo
Kerozene

Quadro de Portinari é furtado de museu em Pernambuco

Segundo Museu de Arte Contemporânea, peça foi feita em 1959.
Pintura está avaliada entre R$ 800 mil e R$ 1,2 milhão, diz direção.




Quadro de Portinari estava no Museu de Arte
Contemporânea de Pernambuco
(Foto: Reprodução/TV Globo Nordeste)


O quadro "Enterro", do pintor Cândido Portinari, foi furtado do acervo do Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Pernambuco, em Olinda (PE). A ausência da peça foi percebida nesta quarta-feira (14), mas a Polícia Civil ainda vai investigar quando a peça teria sido levada do museu.
De acordo com Célia Labanca, diretora do museu, o quadro é de 1959 e faz parte da chamada Série Azul do artista. O valor estimado da obra fica entre R$ 800 mil e R$ 1,2 milhão.
A peça mede 23 centímetros por 33 centímetros e foi pintada em óleo sobre madeira. A obra e outras cinco peças de Portinari faziam parte da coleção de Assis Chateaubriand, que deu origem ao museu, em 1966.
Agentes da Delegacia de Roubos e Furtos e do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) assumiram o caso, mas a Polícia Federal (PF) e a Polícia Internacional (Interpol) também foram avisadas sobre o furto da obra. O museu está fechado para o trabalho de peritos do Instituto de Criminalística (IC).Célia informou que os funcionários perceberam o crime na hora de fechar o museu, quando viram que uma moldura sem tela tinha sido colocada atrás de uma janela. O museu não tem circuito interno de câmeras e conta com apenas dois vigilantes para o período de visitação. Na última quarta-feira, 13 pessoas assinaram o livro de visitas do museu.
A Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), responsável pela administração do museu, informou que peritos do Instituto Tavares Buril estiveram no local para coletar possíveis provas do crime. 
Do G1, em São Paulo, com informações do pe360graus.com/Globo Nordeste

Congo PB, terrinha linda e boa!

Belezas Naturais do Congo Paraíba, mostradas em belas fotos

Clique Aqui e veja novas fotos




Vídeo: A feira do Congo



Vamos fazer uma viagem pelo município do Congo na Paraíba?

Começamos mostrando uma vista aérea da cidade do Congo, município no estado da Paraíba(Brasil), localizado na microrregião do Cariri Ocidental. Cidade próxima à confluência dos rios Paraíba e da Serra, possui casario colonial modesto e bem conservado.  De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano de 2009 sua população era estimada em 4.930 habitantes. Área territorial de 274 km².

Partindo da Zona Rural da cidade em direção ao distrito do Carmo (Zona Rural), nosso primeiro ponto de parada foi na Serra da engabelada, localizada próximo ao Sítio Riacho do Algodão. Ainda às margens da estrada encontramos uma árvore que chama a atenção pela enorme barriga no meio do seu caule, daí o nome da espécie de Barriguda.



A serra da engabelada chama a atenção, lá em cima da Serra existe um cruzeiro que costuma ser visitado por pessoas que vêm pagar promessas. É comum também serem vistas algumas pinturas rupestres.

Seguindo até o Carmo destacamos a igreja de Nossa senhora do Carmo padroeira do distrito.

Ao fundo da foto um agrupamento de pedras chama a atenção. Vamos até lá?
Lá de cima avistamos a vila inteira, além de uma vista completa da região.
 Existe um cruzeiro de madeira no ponto mais alto. Nas pedras existem algumas pinturas rupestres.


O Cruzeiro do Carmo, um lindo agrupamento de pedras com um cruzeiro de madeira no seu ponto mais alto. Localizado na Vila do Carmo, 18 km da sede do município do Congo PB.
Suas pedras guardam algumas pinturas rupestres que infelismente não são devidamente preservadas.
Estas são apenas algumas das belezas existentes no município do Congo PB. existem muitas outras que mostraremos em outras oportunidades. Venha conhecer, pois visto de perto tudo fica ainda mais belo.


Do Blog Merece destaque: www.merecedestaque.blogspot.com