Dia Nacional de Combate ao Glaucoma: Casos de cegueira pela doença avançam no Brasil

No País, os casos de cegueira provocados pelo desenvolvimento do glaucoma afeta cerca de 3% da população acima dos 40 anos.


Uma doença silenciosa que pode levar a consequências graves. A frase anterior serve para a pandemia do Novo Coronavírus, mas também se encaixa ao glaucoma, doença nos olhos que tem seu dia de conscientização lembrado nesta terça-feira, 26 de maio. O problema teve um crescimento expressivo nos últimos anos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2010 eram 900 mil casos no Brasil, contra 2,5 milhões em 2018 (último levantamento divulgado). Os casos de cegueira provocados pelo desenvolvimento do glaucoma afeta cerca de 3% da população acima dos 40 anos.

Outra semelhança com o Novo Coronavírus é que o glaucoma tem também o seu 'grupo de risco'. "Por não possuir sintomas, a doença só é diagnosticada em consultas oftalmológicas, como o chamado 'exame de fundo de olho', utilizado para aferir a pressão ocular. Pacientes negros, acima de 40 anos, ou os que têm outras patologias como diabetes ou miopia muito altas formam o grupo de risco", disse a oftalmologista do Instituto de Olhos Fernando Ventura, Catarina Ventura. 

O Dia Nacional de Combate ao Glaucoma tem o objetivo de conscientizar a população para a existência da doença e principalmente reforçar a importância para a realização dos exames rotineiros para fazer um diagnóstico precoce. De acordo com a médica, ainda não existe cura para a doença, porém ela pode ser tratada com uso de colírios. 

"O glaucoma pode ser causado por várias causas, a mais frequente é a pressão ocular alta, que vai danificando as fibras do nervo óptico, causando uma cegueira irreversível. Você não sente a pressão, a não ser que ela esteja muito elevada e aí vai dar um borramento de visão, um olho vermelho", acrescentou a médica.

Gameleira é cortada, no centro de Santa Cruz do Capibaribe e responsáveis serão punidos


Na manhã desta segunda-feira, 25 de maio, uma árvore gameleira (Ficus adhatodifolia) foi cortada de forma ilegal por trás da Igreja Matriz, no centro de Santa Cruz do Capibaribe.

De acordo com informações, um morador das imediações solicitou a um homem que trabalha com poda de árvores de forma autônoma que fizesse uma poda na Gameleira, porém o mesmo fez um corte de forma exagerada, decepando toda a árvore.

A equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Município foi acionada por outros moradores revoltados com a situação e imediatamente se dirigiu ao local para averiguar a situação, conseguiu identificar os responsáveis pelo corte da árvore e informaram que tomarão as providências cabíveis.

A Lei Municipal N° 2.603/2017 Determina que seja tombado como patrimônio histórico e ambiental o conjunto de árvores denominadas “Gameleiras” localizadas na Avenida Padre Zuzinha, em Santa Cruz do Capibaribe. Esta Lei regulamenta em seu Art. 4º que "As árvores tombadas por esta lei ficam imunes a corte, remoção, replantio, queima, poda abusiva e todo e qualquer dano que possa acarretar sua morte ou prejudicar seu estado fitossanitário".

Existe ainda a Lei Municipal Nº 1.643/2007 que regulamenta a derrubada, o corte ou a poda de árvores e sua reposição no município de Santa Cruz do Capibaribe e diz em seu Art. 1º que "A derrubada, o corte ou a poda de árvores, existentes no Município de Santa Cruz do Capibaribe, ficam sujeitos a autorização, previamente, expedida pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e pelo CONDEMA, de conformidade com o procedimento estabelecido nesta Lei", de forma que "as atividades de derrubada, corte ou poda de árvores, que não atenderem as determinações contidas no caput deste artigo, estarão sujeitas a multas que variam de 02 (dois) à 20 (vinte) UFMs, a serem estipuladas mediante laudo de constatação da gravidade das perdas ambientais, ou ainda, a obrigatoriedade de reposição do dobro do número de espécies abatidas sem autorização, ou pertencentes à(s) espécie(s) de árvore(s) nativa(s) determinada(s) pelo CONDEMA".

Lavatórios instalados em Santa Cruz custaram R$ 2.200 a mais, cada unidade, do que os de uma cidade da Paraíba


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, no estado de Pernambuco, fez instalação de lavatórios portáteis em locais públicos para higienização das mãos como medida de combate ao Coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram adquiridos da empresa Alpha Comunicação Visual - ME, através de dispensa de licitação e tiveram o custo de R$ 2.500,00 por unidade. Ao todo, a prefeitura adquiriu 20 unidades a um custo total de R$ 50.000,00, conforme publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco em 14/05/2020.

A Prefeitura Municipal de Solânea, no estado da Paraíba fez instalação de lavatórios portáteis em locais públicos para higienização das mãos como medida de combate ao Coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram fabricados e instalados pela “Equipe em AÇÃO”, da Secretaria de Ação Social e Cidadania, e tiveram o custo de R$ 300,00 por unidade conforme foi publicado no site da Prefeitura de Solânea.

O alto custo das pias compradas pela prefeitura de Santa Cruz foi alvo de críticas por parte do ex-vereador e pré-candidato a prefeito, Fernando Aragão (PP) e o prefeito Edson Vieira se defendeu dizendo que o processo de compra foi feito dentro da legalidade e que tem feito o possível para cortar gastos durante o período da pandemia.

A diferença física entre os lavatórios dos dois municípios não é tão grande, a principal diferença é que cada lavatório instalado em Santa Cruz possui um dispenser de papel toalha que custa em média R$ 30,00 e o dispenser de sabonete que custa em média R$ 35,00 e é mais moderno do que os instalados em Solânea, porém cada lavatório instalado em Santa Cruz custou mais de 730% mais caro.

Santa Cruz do Capibaribe fecha a semana com 31 casos confirmados de Covid-19


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou neste sábado (23/05), em seu boletim diário, sobre a quantidade de casos da Covid-19 no município.

Com a atualização, o município fechou a semana com 31 casos confirmados da doença, sendo que destes, 09 pacientes já estão recuperado e 02 óbitos pela Covid-19 foram registrados. Outros 22 casos estão em investigação.

Ainda no município em relação a Síndromes Gripais, 195 pessoas encontram-se em monitoramento domiciliar, já outras 167 pessoas concluíram o monitoramento e estão recuperadas.

Foi divulgado ainda um mapa com o perfil dos pacientes com Covid-19 em Santa Cruz do Capibaribe. Confira:


Município de Jataúba fecha a semana com 47 casos confirmados de Covid-19


A Prefeitura de Jataúba, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa neste sábado (23/05), que nas últimas 24 horas, não foram confirmados casos da Covid-19 no município, e 01 paciente teve a cura clínica.

Com a atualização, o município confirmou até hoje 47 casos da doença, sendo que destes, 10 pacientes já estão recuperados, seguem 34 pacientes em monitoramento, cumprindo quarentena domiciliar, 01 paciente internado em hospital de referência, e 02 óbitos pela Covid-19. Outros 04 casos estão em investigação.

Ainda no município em relação a Síndromes Gripais, 14 pessoas encontram-se em monitoramento, já outras 45 pessoas concluíram o monitoramento e estão recuperadas.

Informamos que o boletim epidemiológico é atualizado diariamente as 18h e após esse horário, divulgado nas redes oficiais do município e encaminhado a imprensa para conhecimento de toda população.

Seguimos orientando nossa população a ficar em casa, infectados e não-infectados, só sair se for de extrema necessidade e ao sair não esquecer o uso da máscara e sempre fazer a higienização das mãos, a luta é de todos, juntos venceremos o vírus.

Choveu em Santa Cruz do Capibaribe e em municípios vizinhos neste sábado (23)

Riacho em Santa Cruz do Capibaribe. Foto: Almir Neves/blog Merece Destaque.
Choveu durante a manhã e início da tarde deste sábado, 23 de maio, em Santa Cruz do Capibaribe e em outros municípios da região agreste do estado de Pernambuco.

A chuva foi de leve a moderada intensidade, mas foi suficiente para gerar correnteza em alguns riachos e córregos.

Além de Santa Cruz, choveu nos municípios de Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Taquaritinga do Norte, Toritama, entre outros.

Hapvida doa mais de 58 mil itens alimentícios no Recife para ONG Novo Jeito

Diretor médico do Hospital Ilha do Leite do Sistema Hapvida, Flavio Sivini, e o voluntário da ONG Novo Jeito, Vitor Hugo, recebendo as doações/divulgação.

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) vem afetando diversos segmentos da sociedade, impactando a renda financeira das famílias, a alimentação e moradia. Com o objetivo de ajudar as pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Sistema Hapvida doou nesta quinta (21) mais de 58 mil itens alimentícios que serão distribuídos na sexta-feira (22), em forma de cesta básica, pela ONG pernambucana Novo Jeito, para milhares de famílias que moram nas comunidades da Região Metropolitana do Recife (RMR). O diretor médico do Hospital Ilha do Leite da rede Hapvida, Flavio Sivini, acompanhou a ação de solidariedade.


Os itens da cesta básica incluem alimentos essenciais e básicos para a nutrição da população, como o feijão, arroz, café, leite, macarrão, além de outros. Serão destinadas milhares de cestas básicas para vários bairros da RMR, como o Alto José Bonifácio, Campo Grande, Engenho do Meio, Ilha Joana Bezerra, Nova Descoberta e muitos outros. "Muitas pessoas chegam pra gente com os olhos lacrimejando, todos os dias recebemos pedidos de ajuda das comunidades. Cada doação é mais um fôlego para várias famílias. Com essa doação do Sistema Hapvida, são mais de 5 mil famílias alimentadas por pelo menos 12 dias. Com a campanha “Tempo de Doar”, o Novo Jeito chegou a 100 mil cestas básicas arrecadadas", pontua o coordenador do voluntariado do Novo Jeito, Yablans Nascimento.

Para o Vice-Presidente Comercial e de Relacionamento do Sistema Hapvida, Candido Júnior, esse é o momento de toda a sociedade participar como pode e contribuir para o bem-estar do meio onde vive. “Nós confiamos, admiramos e sabemos da capacidade do povo pernambucano de ser solidários. É uma população guerreira, que luta e sabe que isso é apenas uma fase. Precisamos ter muita atenção e cuidar uns dos outros para sairmos sobreviventes e mais fortes dessa pandemia, cumprindo nossa missão social uns com os outros. Por isso, o Sistema Hapvida não poderia deixar de fazer a sua parte e dar sua contribuição à ONG Novo Jeito com muita alegria e solidariedade, ajudando a construir um futuro melhor para os pernambucanos”, destaca Candido Júnior.

“Agradeço ao Hapvida pela doação das milhares de cestas básicas para nossa campanha Tempo de Doar, que a ONG Novo Jeito está fazendo para ajudar a beneficiar as famílias mais vulneráveis da Região Metropolitana do Recife, nesse tempo de isolamento, de quarentena e de grande crise na vida dos mais humildes. Nosso muito obrigado pela doação e no tempo certo, quando tudo isso passar, pessoalmente, nós vamos aí dar um abraço e agradecer por todo o engajamento de vocês”, ressalta o líder da ONG Novo Jeito, Fábio Silva.

A ONG Novo Jeito nasceu em 2010 com o desejo de ajudar os mais necessitados, quando cerca de 50 mil pessoas foram afetadas por uma enchente na Mata Sul de Pernambuco. Desde 2011, quando aconteceu a primeira mobilização, milhares de crianças, jovens e adultos em mais de 20 cidades do país foram ajudadas. São ações sociais que envolvem visitas a asilos, doações de sangue, cadeiras de rodas e aparelhos auditivos, alimentos e água, conscientização sobre cuidados com o meio ambiente e muitas outras. Para a equipe que compõe a Novo Jeito, o maior legado é a forma de fazer: “Juntos”. 

Se você também quiser colaborar, pode doar na conta 13001110-7, agência 4048, banco Santander, em favor da Associação Novo Jeito. Após a doação, deve enviar o comprovante para o e-mail contato@novojeito.com. Para acompanhar as ações da ONG, basta seguir as redes sociais do projeto. No instagram, @novojeito, ou no Facebook, curtindo a página Novo Jeito.

*Sobre o Sistema Hapvida*
Com mais de 6 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 39 hospitais, 185 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 179 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Manutenção de respiradores: SENAI-PE e FCA unem esforços para acelerar entregas

Os equipamentos são consertados na fábrica da Jeep, em Goiana, pelas equipes das duas instituições.


Com o objetivo de acelerar a entrega de respiradores consertados, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial em Pernambuco (SENAI-PE) e a Fiat Chrysler Automóveis (FCA) somam seus esforços para realizar a manutenção dos equipamentos. Agora, todos os ventiladores pulmonares que necessitarem de consertos seguem para o Polo Jeep, em Goiana, onde são consertados pela equipe técnica das duas instituições. Além de garantir a troca de conhecimentos, a mudança também irá contribuir para aumentar a capacidade de atendimento e agilizar a aquisição das peças necessárias para o conserto dos aparelhos.

Desde o mês de abril, as duas instituições estão trabalhando no conserto dos equipamentos, através da Iniciativa + Manutenção de Respiradores, idealizada pelo SENAI Nacional e Governo Federal. O projeto conta com mais de 30 pontos de apoio em todo o País, entre unidades do SENAI e indústrias. Juntas, as duas instituições já receberam 134 ventiladores pulmonares para conserto. Deste total, o SENAI-PE finalizou e devolveu 12 aparelhos à Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) prontos para serem utilizados.

“Com a unificação das equipes, vamos conseguir reduzir gargalos na manutenção e calibração das máquinas, ganhando mais eficiência”, destaca Mateus Marchioro, Gerente de Montagem da Jeep, responsável pela ação. Além de Pernambuco, a FCA também está recebendo equipamentos provenientes dos estados de Alagoas e Paraíba. Até agora, 21 respiradores já foram devolvidos e outros 101 estão em manutenção.

Os profissionais do SENAI-PE se revezarão para trabalhar no local. “O SENAI-PE já construiu conhecimento e eles também. Essa troca entre os profissionais irá agregar bastante para essa ação. Também teremos mais possibilidades de realização de testes, com mais recursos, e aumentaremos a viabilidade de aquisição de peças. Nosso maior objetivo é dar mais eficiência para esse trabalho”, explica o gerente de Consultoria do SENAI-PE e coordenador da ação em Pernambuco, Oziel Alves. Segundo estimativas da SES-PE, cada respirador deverá atender até 10 pessoas durante a pandemia da Covid-19.

Uma semana após retorno das aulas, França fecha 70 escolas por contágio de Covid-19

Foto: Damien Meyer/AFP.
Uma semana após o retorno das aulas do Ensino infantil e fundamental, o governo francês anunciou que 70 das 40 mil escolas do país precisaram voltar a fechar as portas devido ao contágio pelo novo coronavírus.

Quase um terço das escolas foram fechadas em apenas uma única cidade. Sens, localizada na região da Borgonha, teve 24 unidades de ensino paralisadas por causa de um caso de Covid-19. 

Segundo o ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer, o fechamento das escolas não deveria ser motivo de preocupação, uma vez que isso demonstra que as autoridades de saúde estavam vigilantes. 

Em entrevista ao canal de notícias BMF TV, o ministro foi questionado se não era exagero fechar dezenas de escolas por causa de uma só pessoa contagiada. "Às vezes nos acusam de fazer de menos, às vezes de fazer de mais. Se tirarmos uma linha de equilíbrio, estamos atentos à saúde das pessoas", respondeu Blanquer. 

Ainda de acordo com ele, as escolas foram fechadas seguindo dois princípios básicos: orientação das autoridades de saúde e diálogo com os governantes locais.

"Voltar à escola não é uma medida secundária; é fundamental", afirmou o ministro sobre as consequências da suspensão das aulas. Além de impactos psicológicos e de nutricionais - já que boa parte dos alunos depende da merenda escolar - há risco de abandono ou fracasso escolar.

Fonte: Diário de Pernambuco

Fábricas de confecção do Agreste e da RMR fornecem novas 300 mil máscaras de tecido a ações do Governo de Pernambuco para combate à Covid-19

Desde 7 de maio, a AD Diper está adquirindo os itens diretamente de empresas que possuem selo de conformidade do NCTPE.


O Governo de Pernambuco, por meio da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), já garantiu a compra de novas 300 mil máscaras de tecido diretamente de confecções pernambucanas. Até agora, 15 empresas se credenciaram para produzir e vender os itens por meio de chamamento público ainda aberto aos interessados. Nesta quinta-feira (21/5), está prevista a chegada da primeira remessa com 20 mil máscaras. As fábricas têm até 5 de junho para entregar todos os pedidos. A meta da AD Diper, empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, é comprar até 1 milhão de peças. O item de proteção individual será utilizado pelas categorias de servidores que estão atuando diretamente nas ações de combate e mitigação dos efeitos da pandemia da COVID-19, bem como a segmentos da população.

Nesta primeira rodada de fornecimento, a produção foi adquirida de cinco empresas de Caruaru, localizado no Agreste Central; quatro de Santa Cruz do Capibaribe, uma de Limoeiro; outra de Toritama e uma de Surubim, municípios integrantes do Agreste Setentrional. Representando a Região Metropolitana, a lista conta com três confecções do Recife.

Segundo as regras do edital, disponível para os interessados no site da AD Diper (www.addiper.pe.gov.br), serão adquiridos lotes com 20 mil máscaras cada, por empresa, podendo chegar a 50 (cinquenta) lotes com a mesma quantidade. Dessa forma, um número bem maior de empresas poderá se habilitar a fornecer o insumo.

Os interessados em participar deverão encaminhar o Formulário de Credenciamento disponibilizado no site da AD Diper, preenchido eletronicamente e acompanhado dos documentos de habilitação indicados, para correio eletrônico mascaraparatodos@addiper.pe.gov.br.

O presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, aponta que o credenciamento continua aberto e que a expectativa é que um número maior de empresas se habilite nos próximos dias. “Estamos acompanhando diariamente o crescimento do interesse das confecções em se credenciar. Acreditamos e estimulamos uma participação ainda mais ampla das empresas dos diversos municípios que formam o nosso Polo de Confecções”.

A Agência está comprando somente produtos das empresas do ramo que detenham o selo de qualidade que atesta padrão de conformidade reconhecido pelo Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções de Pernambuco (NTCPE), em virtude da parceria já estabelecida com essa entidade. Desde abril, as duas instituições, juntamente com a SDEC, vêm desenvolvendo o Programa Máscara Para Todos, por meio do qual mais de 100 empresas do Polo de Confecções de Pernambuco, concentrado no Agreste, receberam, até o momento, a chancela que atesta padrão de conformidade das máscaras. Por tal acordo, inclusive, a AD Diper já havia comprado 200 mil unidades desse tipo de protetor facial, que já foram repassadas a diversas secretarias e órgãos estaduais.

O NCTPE é uma organização social contratada pela SDEC para executar as políticas públicas desenhadas para o setor de têxteis e confecções. Por conta da pandemia, o Núcleo tem disponibilizado às empresas, gratuitamente, cadernos técnicos que ensinam como fabricar máscaras e outros equipamentos de proteção contra o novo coronavírus, a exemplo de batas e protetores para os pés. Os manuais estão disponíveis no site www.ntcpe.org.br e descrevem com detalhes as modelagens e insumos necessários para a fabricação de cada produto.

A ação é um desdobramento das medidas previstas pelo Decreto Estadual nº 48.969/2020. Por meio desse instrumento, o governador Paulo Câmara atribuiu à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (SDEC), a função de formar rede de atuação colaborativa entre cidadãos, empresas, sobretudo as integrantes do Polo de Confecções do Estado, e entidades da sociedade civil, para incentivar a produção, a distribuição e a entrega de máscaras, mesmo que artesanais, para a população, por conta do coronavírus. O decreto em questão estabelece a obrigatoriedade do uso de máscara para o exercício de atividade essencial no período de enfrentamento da emergência em saúde pública.

Senado aprova adiamento do Enem 2020; matéria vai à Câmara

Waldemir Barreto/Agência Senado.
A suspensão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em razão do estado de calamidade pública, provocado pela pandemia do coronavírus, foi aprovada nesta terça-feira (19) no Plenário virtual do Senado, por 75 votos a 1. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados. 

A proposta (PL 1.277/2020) da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) prevê que, em casos de reconhecimento de estado de calamidade pelo Congresso Nacional ou de comprometimento do regular funcionamento das instituições de ensino do país, seja prorrogada automaticamente a aplicação das provas, exames e demais atividades de seleção para acesso ao ensino superior.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, marcou a aplicação do exame impresso para os dias 1º e 8 de novembro, e a versão digital para 22 e 29 de novembro. As inscrições estão abertas até o próximo dia 22. Já há quatro milhões de inscritos, de acordo com o Inep, e estão esgotadas as vagas para a prova digital. 
Desigualdade

Para Daniella, o adiamento do Enem 2020 impedirá a concorrência desleal entre candidatos que não têm as mesmas oportunidades de acesso à internet, especialmente entre estudantes das redes pública e privada de ensino.

— O que nós estamos fazendo não prejudica os outros estudantes. Isso é apenas para não reforçar a desigualdade que já existe. Qual aluno hoje tem condição de estar em casa estudando, de pagar uma plataforma de streaming, de pagar pelo YouTube, de ter uma aula de EaD [educação a distância], ou de estudar de qualquer outro jeito? Livros? Que livros eles receberam? Nenhum! Quem é o professor, o autodidata? Quantos são autodidatas para estudarem sozinhos matemática, física e química? — questionou.

A senadora destacou o apelo dos estudantes a favor do adiamento do Enem e ainda lembrou da sua experiência em sala de aula.

— A gente está aqui para representar aqueles que não têm voz, aqueles que não podem chegar até cada um de nós. Eu tive oportunidade de ser professora de escola pública no interior da Paraíba. Eu conheço o que é a dificuldade de perto e sei que, nos estados, vocês vivenciam isso. Então eu queria dizer que nada mais nada menos do que fazer justiça é o que nós estamos fazendo — afirmou Daniella. 

Enem 2020

No relatório do senador Izalci Lucas (PSDB-DF) foi acolhida emenda do senador Jean Paul Prates (PT-RN) para esclarecer que a matéria trata, exclusivamente, da edição de 2020 do Enem, em suas versões impressa e digital.

Outra emenda de Jean Paul, também parcialmente acatada, destaca que o texto abrange somente as instituições que oferecem o ensino médio. Sem esse ajuste, o projeto implicaria “todo e qualquer processo seletivo de acesso ao ensino superior, que engloba não apenas cursos de graduação, mas também cursos de pós-graduação e programas de extensão, o que pode comprometer processos seletivos que o PL [projeto de lei], em tese, não pretendia abarcar”, alertou o senador. 

Foram aceitas pelo relator ainda as sugestões do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), quanto à necessidade de que o Inep se mantenha trabalhando para a realização do Enem; e de Jayme Campos (DEM-MT), para que, após o adiamento, o Enem de 2020 seja reiniciado, inclusive com abertura de inscrições, após a regular retomada das atividades de ensino do ano letivo de 2020.

— Certamente, a reabertura de inscrições deverá observar a regularização das aulas deste ano letivo — observou o relator.

Izalci Lucas declarou também a prejudicialidade do PL 2.020/2020, projeto que estava apensado (anexado) à proposta em pauta. No entanto, esse texto, dos senadores Paulo Paim (PT-RS) e Jean Paul Prates, foi parcialmente incorporado ao projeto aprovado para estabelecer que o Enem não poderá ser aplicado antes do término do ano letivo pelas escolas públicas que ofertam ensino médio.

O relator disse que levou em conta igualmente a nota técnica do Conselho de Nacional dos Secretários de Educação (Consed) apoiando o adiamento. Ele lembrou que a maioria dos candidatos que se submeterão ao exame já concluíram o ensino médio e fizeram o Enem nos anos anteriores, enquanto outros não completaram dois meses de aula este ano.

— Se colocarmos esse alunos do ensino médio, que tiveram só dois meses de aula, para competir em igualdade com aqueles que já concluíram [o ensino médio], realmente a gente não estará fazendo nenhuma justiça e nenhum trabalho social — disse Izalci.
Calendário

Depois da votação do projeto, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) propôs a criação de um mecanismo de acompanhamento, com entidades governamentais e da sociedade civil, para monitorar a implementação do novo calendário do Enem 2020. 

A ideia foi aceita pelo líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que se comprometeu em encaminhar uma proposição com esse objetivo. Além disso, o líder do governo sugeriu a definição de uma data limite para a realização das provas.

— Nós defendemos o adiamento do Enem, mas que [esse prazo] não fique em aberto — explicou Fernando Bezerra.

No entanto, como não houve acordo, a proposta do governo não foi aceita. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre ressaltou que a deliberação pelo adiamento, sem que se estabeleça uma data nova para a realização do exame, foi um “desejo da maioria”.

— Estamos tratando desse assunto nas reuniões com líderes desde o dia 2 de abril. Mas concretamente a gente não tinha como não tomar essa decisão [sobre o calendário]. Nós precisávamos deliberar um assunto que tivesse a unanimidade dos partidos políticos. Por mais de 40 dias ficamos ouvindo, tentando buscar uma conciliação. Que isso seja um gesto também para o governo, para que a gente possa conversar mais e avançar no entendimento — ressaltou Davi. 

Acessibilidade

Ainda foi aprovado destaque do senador Romário (Podemos-RJ) para que o Enem ofereça, às pessoas com deficiência, a acessibilidade necessária (com as ferramentas requeridas para a realização da prova). O senador destacou que já está assegurada a acessibilidade na versão impressa do exame, mas não na digital.

“É do conhecimento de todos que a ideia do Ministério da Educação é futuramente acabar com a versão impressa e manter a digital. Para este momento servir como teste, deve haver a acessibilidade, sob pena de prejudicar o próprio teste”, justificou Romário.

Prejuízos

Com o ano letivo comprometido para milhões de estudantes por causa da pandemia de coronavírus, o desafio do ensino a distância para diversas escolas, a falta de estrutura da rede pública e a dificuldade de reposição das aulas, vários senadores elogiaram o projeto aprovado nesta terça-feira.

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) afirmou que, no Amazonas, 80% dos estudantes do interior do estado não têm acesso à internet.

Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) apontou que as Regiões Norte e Nordeste sofrem mais com a falta de instrumentos mínimos, como um computador para acompanhar as aulas online.

Rogério Carvalho (PT-SE) reforçou que, no momento, não cabe aglomeração, situação que ocorre durante a realização de provas presenciais; e que é preciso ter firmeza na manutenção do isolamento social.

Jean Paul Prates destacou o que chamou de vitória da mobilização estudantil no Brasil.

Com críticas ao ministro da Educação, os senadores Eliziane Gama (Cidadania–MA) e Weverton (PDT–MA) defenderam o adiamento do Enem como uma “garantia de isonomia para a população brasileira” e de “promoção de justiça social”.

— É por meio do acesso à universidade que se muda a vida das pessoas no Brasil — disse Eliziane ao ressaltar a importância do Enem.

Fonte: Agência Senado

Acusado de ameaçar de morte o governador de São Paulo é preso em Santa Cruz do Capibaribe

Governador João Dória. Foto: divulgação.
Uma ação em conjunto dos departamentos de Polícia Civil de Pernambuco e da Paraíba resultou na prisão do suspeito de ter feito ameças de morte ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB) por meio de uma mensagem enviada a um dos filhos do casal nas redes sociais, no dia 9 de maio. O homem foi detido em casa, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe (PE).

Endereçada à primeira-dama do Estado, a mensagem dizia que o suspeito executaria o governador no dia 16 de maio pelo pagamento de R$ 3 milhões e que, para o cancelamento da ação criminosa, o casal Doria deveria pagar R$ 5 milhões. Ainda segundo o texto, integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios, teriam aprovado o assassinato.

Após o recebimento da mensagem ameaçadora, a equipe de advogados de João Doria enviou uma notícia-crime com pedido de investigação urgente da denúncia ao delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Rui Ferraz Fontes, pelo crime de extorsão, previsto no artigo 158 do Código Penal.

Ameaça ao governador da Paraíba

O suspeito também era investigado pela polícia paraibana por ter praticado ameaça semelhante contra a família do ex-governador do Estado Ricardo Coutinho (PSB). Na ocasição, o acusado exigia a quantia de R$ 3 milhões para poupar a vida de um dos filhos do político.

Indiciamento

As investigações apontaram que o celular do suspeito foi utilizado na prática da ameaça feita ao governador paulista. A policia também descobriu informações relativas ao dono da conta bancária utilizada para o depósito do valor que seria arrecadado com extorsão.

A namorada do homem preso mora ao lado da residência onde foi conectada a página do Instagram para a prática das extorsões. Para os policiais, os suspeitos estavam "furtando" o sinal de internet do vizinho.

Mais um óbito por Covid-19 é registrado em Santa Cruz do Capibaribe


O município de Santa Cruz do Capibaribe registrou, nesta quinta-feira, 21 de maio, mais um óbito causado pela Covid-19.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde, uma mulher de 60 anos foi a vítima, mas não foram divulgados mais detalhes.

O município registrou tem 23 casos confirmados da doença, sendo que 9 dos infectados pelo novo coronavírus já se recuperaram. Outros 26 casos suspeitos estão sendo investigados.

Ouça o programa Moda Center no Ar desta quinta-feira (21/05)


PARTICIPANTES: José Gomes Filho (síndico) e George Pinto (gerente geral)
APRESENTAÇÃO: Silvio José


01 – Em virtude da pandemia da Covid-19, a diretoria do Moda Center Santa Cruz comunica que PRORROGOU o vencimento da taxa condominial até a próxima segunda-feira, 25 de maio, mantendo assim o abatimento concedido de 52% e ainda o desconto de pontualidade. 

02 – O projeto de readequação do sistema elétrico no Moda Center, que visa acabar com as quedas de energia em dias de feira, continua em andamento. Esta semana, foram concluídas as instalações dos quadros elétricos em um dos seis setores do parque. 

03 – Durante a entrega de mercadorias realizada na última segunda-feira (18) no estacionamento do Moda Center, uma tentativa de estelionato que seria cometida contra aproximadamente 15 fornecedores foi impedida graças a uma denúncia e ao trabalho dos seguranças do centro atacadista. 

04 – Os comerciantes que estão entregando mercadorias à transportadoras semanalmente no estacionamento do Moda Center Santa Cruz e Calçadão Miguel Arraes podem emitir a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e) pela internet para as operações realizadas no Polo Têxtil de Pernambuco. Basta acessar a página da Secretaria de Estado da Fazenda (www.sefaz.pe.gov.br), aba serviços e depois e-Fisco – ARE Virtual. A nota fiscal traz segurança jurídica para compradores e clientes do Polo de Confecções. Eles podem sair com a mercadoria de Pernambuco e transitar livremente com os produtos até os seus locais de origem. Além do site da Sefaz, o manual com o passo a passo de como emitir a sua nota fiscal avulsa em casa pode ser baixado clicando AQUI

Se preferir, ouça pelo Spotify no link https://spoti.fi/2WSukRQ

Faculdade SENAI CETIQT lança curso voltado para o setor de moda praia e esportiva


As coleções de moda praia e esportiva vêm chamando a atenção do mercado internacional é um dos principais braços da economia nacional. Em decorrência do cenário atual, a necessidade de investir em educação e estar alinhado às novas competências do profissional do futuro tornou-se cada vez mais necessário. Pensando nisso, a Faculdade SENAI CETIQT, organização integrante do Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil, acaba de lançar a Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão e Planejamento de Modelagem: Moda Praia e Esportiva. De acordo com a Associação Brasileira de Indústria Têxtil (Abit), esse setor consome cerca de US$ 1,5 bilhão por ano no mercado interno. 

"O curso é fundamentado no modelo analógico no desenvolvimento de modelagem que parte para o modelo digital utilizando os dois maiores provedores de solução tecnológica de modelagem que são: Audaces e Lectra. ", diz o professor Akihito Hira. Com ele, o aluno estará apto a atuar em cargo de gestão, planejamento e desenvolvimento de modelagens em empresas de pequeno, médio e grande porte no segmento, utilizando-se de técnicas e ferramentas mais atuais do mercado. "Estamos na Quarta Revolução Industrial e este contexto exige dos profissionais novas competências e habilidades, entre elas o desenvolvimento dos soft skills e utilização de programas CAD da área de modelagem. A sustentabilidade nos três pilares (econômico/financeiro, meio ambiente e social) é outro assunto de forte aderência no processo de desenvolvimento de modelagem que também é abordado no curso", finaliza Akihito.

As inscrições vão até o dia 17 de junho. O início das aulas está previsto para o dia 26 de junho de 2020 e o término para 6 de novembro de 2021. O curso, que tem duração de 360 horas, sendo 315 horas presenciais e 45 horas à distância, oferece um programa inovador e relevante de capacitação para modelistas e designers que desejam ampliar as possibilidades de carreira, desenvolvendo a habilidade de gerir, planejar e produzir modelagem. As aulas serão quinzenais (sexta e sábado), na unidade Barra da Tijuca do SENAI CETIQT (Av. das Américas 3434 - Blocos 2 e 5).

O SENAI CETIQT 

O Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil - SENAI CETIQT – é formado pela Faculdade SENAI CETIQT, Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras e Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção. Criado em 1949, é hoje um dos maiores centros de geração de conhecimento da cadeia produtiva química, têxtil e de confecção, setores que juntos geram cerca de 11,9 milhões de empregos no país.

Ar-condicionado: locais com grande circulação de pessoas precisam reforçar manutenção

Sem os devidos cuidados, aparelhos podem colaborar para transmissão de doenças. Por lei, estabelecimentos precisam ter plano de manutenção.


Embora ainda não haja um consenso científico sobre a transmissão do novo coronavírus pelo ar, estudos recentes propõem que o ar-condicionado pode, sim, auxiliar nesse processo, assim como ocorre com diversas outras doenças. A boa notícia é que, por outro lado, ele também pode ser eficiente para manter a qualidade do ar e evitar a dispersão de micro-organismos, desde que usado corretamente e que as manutenções estejam em dia. O alerta é do Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar do Estado de Pernambuco (Sindratar-PE) e vale, especialmente, para os ambientes com grande circulação de pessoas - como supermercados, hospitais e bancos, por exemplo. Em meio à pandemia, o Sindratar-PE destaca a importância de que o setor seja considerado como serviço essencial e, assim, possa dar suporte aos demais setores.

De acordo com o presidente do Sindratar-PE, Daniel Lima, uma das formas de evitar a propagação de doenças é garantindo que o sistema de climatização promova a renovação do ar. “Para isso, ele capta o ar externo, para ter a renovação do ar interno, evitando que o ar presente no interior dos ambientes fique viciado. Isso deve ser observado com rigor e só pode ser feito quando há manutenção periódica. A limpeza e troca dos filtros também são questões importantes. Se o equipamento estiver limpo, diminui o risco de transmissão”, ressalta Lima. Além disso, em ambientes com grande circulação de pessoas, equipamentos do tipo split devem ser evitados, pois eles não promovem a renovação do ar. “Nesse caso, é preciso fazer uma adequação do sistema”, pontua.

Todas as regras relativas ao assunto estão elencadas na Lei nº 13.589/2018, que determina que todos os edifícios de uso público e coletivo tenham um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) dos seus sistemas de climatização. “Esse plano estabelece regras para que a qualidade do ar seja mantida. Existem parâmetros específicos que precisam ser minimamente seguidos para diminuir os riscos à saúde e garantir o bem-estar da população”, pondera Lima.

SERVIÇO ESSENCIAL

O decreto presidencial nº 10.329, em vigor desde o dia 29 de abril, reconhece as atividades relacionadas à manutenção de equipamentos de refrigeração e climatização como essenciais durante o período da pandemia da Covid-19, inclusive com parecer favorável da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em Pernambuco, no entanto, não há, até agora, nenhum indicativo de que o Governo Estadual irá seguir o mesmo direcionamento.

Na visão do empresário, esse posicionamento - ou, mais precisamente, a falta dele - é preocupante, uma vez que os serviços de manutenção precisam continuar sendo feitos para garantir a saúde das pessoas. “Encaminhamos uma solicitação para o gabinete do Governador ainda no início do isolamento social, mas não nos deram nenhuma resposta. Estávamos conseguindo atender, mas não saberemos como continuaremos a prestar nossos serviços neste cenário de quase restrição total, uma vez que não estamos entre os serviços considerados essenciais”, critica Daniel Lima.

CAIXA JÁ PAGOU 52,3 MILHÕES DE PESSOAS, COM R$ 49,9 BILHÕES CREDITADOS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Lucro Líquido Recorrente de R$ 3,0 bilhões, queda de 7,5% em relação ao 1T19.


A CAIXA, o maior banco brasileiro em número de clientes, anuncia o seu resultado consolidado do primeiro trimestre (1T20).

DESTAQUES DO RESULTADO:

  • Lucro líquido recorrente de R$ 3,0 bilhões em 1T20, um crescimento de 21,2% sobre 4T19.
  • ROE recorrente de 14,4% no 1T20, com aumento de 2,0 p.p. em relação ao 1T19.
  • ROE contábil de 23,9% no 1T20, com aumento de 10,2 p.p. em relação ao 1T19.
  • 40,6 milhões de contas Poupança Social Digital abertas.
  • R$ 37,1 bilhões pagos para 52,3 milhões de pessoas na 1º parcela do auxílio emergencial.
  • R$ 12,8 bilhões pagos para 18,0 milhões de pessoas na 2º parcela do auxílio emergencial.
  • R$ 1,9 bilhão pago a mais de 2 milhões de trabalhadores no Benefício Emergencial BEm.
  • Redução de 59,4% no custo dos IHCD, em relação ao 1T19, devido ao pre pagamento de R$ 11,35 bilhões.
  • Redução de 63,0 % na taxa do cheque especial no 1T20, ante o 1T19. 
  • Oferta de crédito de mais de R$ 154 bilhões para a economia.
  • Crescimento de 81,9% em contratações de crédito imobiliário SBPE e 6,5% em contratações FGTS no 1T20, em relação a 1T19.
  • Crescimento de 30,7% na contratação de crédito consignado no 1T20, ante o 1T19.
  • Redução de 17,1% no saldo comercial PJ no 1T20, em relação ao 1T19.
  • Índice de inadimplência de 3,14%, alta de 0,68 p.p. em relação ao 1T19.
  • Índice de Basileia de 18,7% no 1T20, ante 19,0% em 4T19, recuo de 0,3 p.p.

RESULTADOS E INDICADORES DO 1T20

O lucro líquido recorrente da CAIXA atingiu R$ 3,0 bilhões no 1º trimestre de 2020. Com esse resultado, o retorno sobre ativos totalizou 0,93% e retorno sobre o patrimônio líquido 14,40%, com um crescimento, em 12 meses, de 0,14 p.p. e de 2,0 p.p., respectivamente.

O resultado bruto da intermediação financeira atingiu R$ 8,6 bilhões, com destaque para a redução de 12,1% no custo de captação em relação ao mesmo período do ano anterior, refletindo o comportamento da taxa básica de juros e a estratégia de gestão das fontes de recursos.

As receitas com prestação de serviços e tarifas bancárias totalizaram R$ 5,8 bilhões no 1T20, estáveis frente ao apurado no 1T19, com destaque para o aumento de 12,5% em crédito e 2,4% em cartões.

As despesas administrativas totalizaram R$ 7,9 bilhões no 1T20, uma redução de 7,5% em relação ao 4T19, impactado pela redução de 1,6% com despesa de pessoal e 17,1% com outras despesas. Na comparação 12 meses, essas despesas apresentaram redução de 1,7%.

O resultado operacional cresceu 178,3% em comparação com o 4T19, totalizando R$ 3,9 bilhões no 1T20, proveniente da estabilidade da margem financeira. Em 12 meses apresentou uma evolução de 4,0%.

O retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROE) registrou 14,4% no 1T20, apresentando uma evolução de 2,0 p.p. em 12 meses, pela estabilidade do PL médio associado a evolução de 20,8% no lucro recorrente acumulado entre os períodos comparados.

O índice de cobertura das despesas administrativas evoluiu em 2,9 p.p. do 1T19 para 1T20 e atingiu 76,1%. O índice de cobertura das despesas de pessoal totalizou 119,5%, uma evolução de 3,4 p.p. em relação ao 1T19.

O Índice de Basileia atingiu 18,7%, sendo superior em 7,7 p.p. ao mínimo exigido de 11,0%. O índice de capital principal totalizou 12,6%, enquanto o de nível I 12,9%, mantendo-se acima do mínimo regulatório de 8,0% para o de capital principal, e 9,5% para o de capital nível I.

EFICIÊNCIA E REDUÇÃO DE CUSTO DE CAPITAL

No 1T20 houve uma redução de 59,4% no valor da atualização monetária dos IHCD (Instrumento Híbrido de Capital e Dívida), em relação ao 1T19, decorrente do pagamento de R$ 11,35 bilhões ocorrido em 2019.

A devolução do IHCD significa uma economia direta para a CAIXA, considerando que o custo dessa dívida é muito superior à Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), a taxa básica de juros da economia, e reflete a premissa de preservação da sustentabilidade dos balanços financeiros do Banco, sendo parte do planejamento estratégico o pagamento do restante dos contratos.

CARTEIRA DE CRÉDITO AMPLA TOTALIZA SALDO DE R$ 699,6 BILHÕES

A carteira de crédito ampla da CAIXA fechou com saldo de R$ 699,6 bilhões em março de 2020. Essa carteira reverteu o movimento de queda e apresentou crescimento de 2,0% em relação ao 1T19, influenciado principalmente pelos aumentos de pelo crescimento de 5,2% em habitação, de 1,2% em saneamento e infraestrutura e de 1,8% em crédito comercial PF, compensado pela redução de 17,1% na carteira comercial PJ. No trimestre a carteira apresentou evolução de 0,9%.

PARTICIPAÇÃO DA CAIXA NO CRÉDITO IMOBILIÁRIO ATINGE 69,1%.

A CAIXA continua na liderança da contratação com recursos SBPE. O saldo da carteira de crédito habitacional cresceu 5,2% em 12 meses e chegou a R$ 470,4 bilhões em março de 2020, dos quais R$ 293,1 bilhões foram concedidos com recursos FGTS e R$ 177,4 bilhões com recursos CAIXA. A CAIXA detém a liderança desse mercado com 69,1% de participação.

No primeiro trimestre de 2020, foram contratados na CAIXA R$ 7,4 bilhões no Programa Minha Casa Minha Vida, o equivalente a 66,5 mil unidades habitacionais.

No final de fevereiro/2020, a CAIXA anunciou o lançamento de uma nova linha de crédito imobiliário com juros prefixados. Trata-se de uma modalidade de financiamento com taxa de juros a partir de 8,00% ao ano, sem indexação a nenhum índice financeiro, possuindo opções de Sistema de Amortização Constante (SAC), para contratos de até 360 meses, e Price, para financiamentos de até 240 meses.

No 1º trimestre de 2020 foram firmados um total de 9,7 mil contratos relativos às modalidades indexadas ao IPCA e prefixados (SBPE – Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo), totalizando um montante de R$ 2,5 bilhões contratados.

ATUAÇÃO DA CAIXA PARA MITIGAÇÃO DOS IMPACTOS DO COVID-19

Auxílio Emergencial

Na primeira parcela do auxílio foram creditados R$ 37,1 bilhões para 52,3 milhões de pessoas e na segunda parcela, R$ 12,8 bilhões creditados para 18,0 milhões de pessoas.

Até o dia 21/05/20, foram feitos 101,2 milhões de cadastros, com mais de 1 bilhão de visitas ao site e mais de 190 milhões de ligações na central 111. O aplicativo Auxílio Emergencial teve 87,0 milhões de downloads e o aplicativo CAIXA Tem teve 95,7 milhões de downloads. Além disso, foram abertas 40,6 milhões de contas poupança digital, sendo a maior ação de inclusão bancária já realizada no Brasil.

Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda– BEm

Referente ao pagamento do Benefício Emergencial, de 04/05 a 20/05 a CAIXA pagou R$ 1,9 bilhão para mais de 2 milhões de trabalhadores.

Oferta de Crédito

A CAIXA disponibilizou mais de R$ 154 bilhões para a economia, dos quais R$ 60 bilhões foram para o capital de giro de micro, pequenas e médias empresas; R$ 43 bilhões direcionados para o crédito imobiliário; R$ 40 bilhões para a compra de carteiras, R$ 6 bilhões para o crédito agrícola e R$ 5 bilhões para crédito às Santas Casas.

Reduções das Taxas de Juros

Em consonância com a redução da taxa básica de juros da economia brasileira, a CAIXA promoveu novas reduções de juros dos seus principais produtos. A medida visa proporcionar alívio financeiro aos clientes e auxiliar as empresas a recomporem seu fluxo de caixa.

As taxas de juros do cheque especial para pessoas físicas que sejam clientes com crédito do salário na CAIXA, foram reduzidas de 4,95% para 2,90% a.m., o que representa uma queda de 41,4%. Já o parcelamento de fatura do cartão de crédito passou de uma taxa média de 7,7% a.m. para taxas a partir de 2,90% a.m., representando uma redução de 62,3%. (Condições especiais com validade de 90 dias e início em 01/04/20)

Destaca-se a redução das taxas de juros para a linha de crédito que tem como público alvo os hospitais e entidades filantrópicas que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS), que passou a ter taxas de juros mínimas de 0,80% a.m. em operações com prazos de até 60 meses, e de 0,87% a.m. para operações com prazos de 61 a 120 meses.

Financiamento a Estados e Munícipios

A CAIXA aumentou o volume de empréstimos para os Estados e Municípios através do Financiamento à Infraestrutura e Saneamento Ambiental (FINISA) e os financiamentos com recursos do FGTS. O limite, aberto no dia 02/03/20 e utilizado em apenas 15 dias, resultou em R$ 3,7 bilhões em contratações, para 216 tomadores espalhados por todas as regiões do país.

Adicionalmente, para estimular a economia regional, a CAIXA disponibilizou assistência técnica gratuita para acompanhamento e orientações aos Estados e Municípios na equalização da sua saúde financeira, podendo, assim, retomar as condições de financiamento.

Apoio às Micro e Pequenas Empresas

A CAIXA firmou, em 20/04/20, parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, para reforçar ainda mais as ações adotadas por cada entidade. O montante aportado pelo SEBRAE poderá chegar a R$ 500 milhões, possibilitando à CAIXA injetar R$ 7,5 bilhões em linhas de crédito facilitado para o setor, atendendo a um potencial de 250 mil empresas. Por meio da parceria, serão disponibilizadas operações de crédito com garantia do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas – FAMPE.

Além disso, pela oferta da linha de crédito Giro CAIXA Folha, as empresas acessarão recursos exclusivos para o financiamento do pagamento do salário de seus trabalhadores. A operação terá carência de 6 meses e taxa de 3,75% a.a.; como contrapartida, as empresas beneficiadas pelo programa se comprometerão a não rescindir, sem justa causa, o contrato de trabalho de seus empregados no período compreendido entre a data da contratação da linha de crédito e o 60º dia após o recebimento da última parcela.

Medidas de Apoio à Habitação

A CAIXA possibilitou a suspensão no pagamento de empréstimos habitacionais que beneficiou, até 18/05/20, mais de 2,0 milhões de famílias.

Em Complemento, com o objetivo de proteger e estimular a construção civil, a CAIXA anunciou mais medidas para atender tanto às pessoas físicas quanto às construtoras e incorporadoras.

Para as pessoas físicas, o Banco implementou as seguintes ações:

  • Prazo de carência de 180 dias para novos contratos de financiamento;
  • Possiblidade de pausa ou pagamento parcial de 90 dias no pagamento das prestações, incluindo os clientes que utilizam a conta vinculada do FGTS para pagamento de parte da prestação;
  • Renegociação de contratos com clientes em atraso entre 61 e 180 dias, permitindo pausa de até 3 prestações;
  • Recepção de documentos em meio digital e atendimento remoto;
  • Liberação antecipada de até 2 parcelas, sem a vistoria, para os clientes que constroem com financiamento da CAIXA (construção individual).

Para as construtoras e incorporadoras, a CAIXA implementou as seguintes ações:

  • Redução das taxas de juros do crédito imobiliário para as empresas da construção civil, com a taxa mínima passando de TR + 9,25% para TR + 6,50% ao ano;
  • Antecipação de até 20% dos recursos do Financiamento à Produção de empreendimentos para obras a iniciar;
  • Inclusão do valor do terreno doado pelo Poder Público como contrapartida da pessoa física;
  • Antecipação de até 3 meses do cronograma para obras em execução, limitado a 10% do total financiado;
  • Possibilidade de pausa ou pagamento parcial de até 3 prestações;
  • Inclusão ou prorrogação de carência por até 180 dias, para os projetos com obras concluídas e em fase de amortização;
  • Possibilidade de prorrogação do início das obras por até 180 dias;
  • Admissão da reformulação do cronograma de obra, nos casos de contingência na execução por questões decorrentes da pandemia;
  • Criação de novas linhas de financiamento imobiliário PJ indexadas ao IPCA (Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo) e ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Ações do FGTS

Em março/2020, o Governo Federal publicou a Medida Provisória (MP) nº 927, que suspende a exigibilidade do depósito de FGTS referente aos meses de março, abril e maio do exercício corrente. Com impacto de até R$ 25,5 bilhões, cerca de 4 milhões de empresas e 1,2 milhão de empregadores domésticos poderão ser contemplados. Além disso, a referida MP prorrogou a validade dos Certificados de Regularidade do FGTS (CRF) dos empregadores.

Ainda, foi publicada pelo Governo Federal, em abril/2020, a MP nº 946, que libera o valor de R$ 1.045 do saldo de FGTS por trabalhador. Os pagamentos poderão liberar até R$ 36,2 bilhões para 60,8 milhões de trabalhadores.

Atendimento

Para reduzir a concentração de clientes nas agências, e assim mitigar o risco de contágio entre clientes e/ou empregados nas unidades, a CAIXA ampliou a disponibilidade de produtos e serviços no Internet Banking, no Mobile Banking (App), Agência Digital e Salas de Autoatendimento.

Em complemento, foi disponibilizado via WhatsApp o atendimento da Agência Digital para todos os clientes correntistas e poupadores da CAIXA. Através da digitação da agência e número da conta, o cliente é direcionado para atendimento na sua agência de forma remota, e o serviço está disponível de segunda a sexta-feira, das 08:00h às 22:00h.

Empregados e Colaboradores

A CAIXA distribuiu mais de 2,5 milhões de máscaras para empregados e colaboradores, e disponibilizou álcool em gel para uso em todas as unidades, sendo priorizadas as de atendimento ao público, em especial aquelas localizadas nas cidades e regiões mais afetadas pela pandemia. As agências e salas de autoatendimento recebem higienização 5 vezes ao dia.

Visando reduzir as filas para atendimento ao público e preservar a integridade física dos clientes, empregados, colaboradores e das agências, cerca de 5 mil novos vigilantes e recepcionistas foram disponibilizados como reforço às unidades.

A CAIXA incluiu o teste para detecção do novo coronavírus no plano de Saúde CAIXA, bem como antecipou a vacinação 2020 contra a gripe, além de disponibilizar a modalidade de teleorientação médica para todos os seus empregados.

Em mais uma ação para mitigar os efeitos da pandemia na economia, a CAIXA antecipou o crédito do 13º salário dos adolescentes e jovens vinculados ao Programa de Aprendizagem CAIXA, representando um repasse de mais de R$ 3,4 milhões. Com um público composto de jovens entre 15 e 19 anos em situação de vulnerabilidade social, cuja renda per capita familiar é de no máximo meio salário mínimo, cada um dos mais de 4 mil colaboradores receberam entre R$ 397,00 e R$ 954,00.

PAGAMENTO FGTS e PIS

Em março/2020 encerrou-se o pagamento do Saque Imediato do FGTS, iniciado em setembro/2019, com valores da ordem de R$ 28,1 bilhões, para 60,4 milhões de pessoas. Os trabalhadores puderam sacar até R$ 500,00 por conta vinculada do saldo de FGTS, e aqueles que possuíam, em 24/07/2019, um saldo de até R$ 998,00 puderam sacar todo o recurso existente.

A maior parte dos valores do Saque Imediato do FGTS foi movimentada por créditos em conta, realizados automaticamente nas contas poupanças CAIXA ou nas contas de outro banco, indicadas pelos trabalhadores no App FGTS, totalizando R$ 17 bilhões pagos para 39,3 milhões de trabalhadores. Nos canais físicos de atendimento, 21,1 milhões de trabalhadores receberam R$ 11,1 bilhões, que foram sacados nas unidades lotéricas, correspondentes CAIXA Aqui, terminais de autoatendimento e agências da CAIXA. Para garantir maior comodidade ao trabalhador, as agências tiveram horários estendidos e abertura em alguns sábados.

No âmbito do pagamento das Cotas do PIS, a CAIXA viabilizou o saque para 139,7 mil cotistas no 1º trimestre de 2020, injetando R$ 172,8 milhões em recursos na economia.

Em função da Resolução nº 1 do Conselho Diretor do Fundo PIS/PASEP, de 15/04/2020, o pagamento das Cotas PIS do calendário 2019/2020 teve o encerramento antecipado para 30/04/2020, de forma a viabilizar a migração dos recursos do fundo para o FGTS, em atendimento a Medida Provisória nº 946 de 07/04/2020.

LOTERIAS ARRECADAM R$ 4,0 BILHÕES, COM 22,4% DE AUMENTO SOBRE 1T19

As Loterias CAIXA arrecadaram R$ 4,0 bilhões no 1T20, sendo 22,4% maior que o apurado no 1T19.

Dentre os valores arrecadados no trimestre, cerca de R$ 1,5 bilhão foram transferidos aos programas sociais do Governo Federal nas áreas de seguridade social, esporte, cultura, segurança pública, educação e saúde, o que corresponde a 37,2% do total arrecadado.

Fonte da sabedoria


O tempo mostrará quão eficiente e benéfica é a ligação da criatura com o Seu Criador, Fonte da Sabedoria e da ação edificante. E não há melhor forma de promover essa Divina Conexão do que servir a nossos Irmãos em humanidade.

Do Livro dos Salmos, 146:5 e 6, podemos entoar este valioso louvor ao Pai Celestial: “Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio e cuja esperança está posta no Senhor, seu Deus, que fez os Céus e a Terra, o mar e tudo quanto neles há e que guarda a verdade para sempre”

José de Paiva Netto ― Jornalista, radialista e escritor.
paivanetto@lbv.org.br — www.boavontade.com 

__________________________________
Serviço — E-book A Esperança não morre nunca (Paiva Netto). Você pode baixar gratuitamente o livro digital e/ou audiolivro acessando www.paivanetto.com/esperanca

Ensino a distância: Especialistas do SESI-PE dão dicas de como aumentar a concentração das crianças e dos jovens


Com a suspensão de aulas presenciais em todo o Brasil devido a pandemia do Covid-19, as instituições de ensino têm adotado a educação a distância para dar continuidade ao processo de aprendizagem das crianças e dos adolescentes. A adaptação às aulas virtuais, no entanto, tem sido um desafio para pais e filhos. Manter a rotina parecida com a praticada na escola e estudar em um local tranquilo e sem distrações são algumas sugestões da psicóloga do SESI-PE Kátia Santos para ajudar a aumentar a concentração e o rendimento nos estudos.

Improvisar um espaço de estudo arejado, com mesa adequada, cadeira confortável, cadernos e lápis; ter uma agenda diária com as tarefas que precisarão ser realizadas e respeitar os horários de dormir e acordar colaboram para o equilíbrio da rotina do aluno. “Acordar, no mínimo, 40 minutos antes da aula, além de tomar café da manhã e banho ajudam o estudante a entrar no ritmo e manter o foco. Também é importante que o pai fique atento à posição da cadeira e aos vícios posturais do filho, pois a má postura pode provocar tensão no pescoço e causar enxaquecas, dois fatores que tiram a atenção”, sugeriu Kátia.

Para as crianças mais novas, a psicóloga sugere uma estratégia para distanciar o momento do aprendizado do de descanso: o uso do uniforme escolar. “O uniforme auxilia a criança a internalizar que não está de férias, mas, sim, em um ambiente de aprendizagem”, disse. Uma tática que deve ser adotada tanto pelos pequenos quanto pelos adolescentes é evitar acompanhar as aulas no sofá ou na cama. “Para quem assiste às aulas no computador, o ideal é desligar o celular, já que em sala de aula não é permitido o uso. É fundamental que o aluno tenha a mesma atitude da sala de aula presencial na virtual”, sugere o professor de Física do Ensino Médio do SESI-PE Diego Lopes.

De acordo com Lopes, algo que melhora o desempenho do estudante é a interação com o docente. “O aluno deve participar ativamente da aula, questionar, tirar dúvidas. Depois, conferir as videoaulas indicadas pelo professor, fazer as atividades do dia e revisar os conteúdos passados”, acrescentou. Aos pais, cabe demonstrar interesse pelo que o filho está aprendendo. “Os responsáveis também podem participar da vida escolar do filho verificando se ele está, de fato, assistindo às aulas, acompanhando a realização das tarefas e respeitando o ambiente de estudo, evitando interrupções desnecessárias”, comentou o professor.

Outro ponto eficaz é definir os intervalos das refeições e das pausas para descansar a mente e não comprometer a qualidade do estudo. Segundo a psicóloga do SESI-PE, também é válido estimular momentos de lazer e a prática de atividades físicas. “Estabelecer horários para pausar, fazer um lanche, ter momentos divertidos com os familiares e praticar esportes se possível trazem ganhos para a saúde mental e física das crianças e dos jovens”, pontuou Kátia.

"Ainda bem que a natureza criou esse monstro chamado coronavírus", diz Lula

Ex-presidente Lula. Foto: Sergio Lima/Poder360.
Presidente da República de 2003 a 2010, Luiz Inácio Lula da Silva argumentou que um "fator positivo" da pandemia do novo coronavírus foi a valorização da necessidade da máquina pública no Brasil. A declaração foi dada nessa terça-feira (19/5), em entrevista à Carta Capital.

“Quando eu vejo alguns discursos dessas pessoas, falando, quando eu vejo, sabe, essas pessoas acharem bonito que tem que vender tudo que é público, que o público não presta nada… Ainda bem que a natureza, que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus. Porque esse monstro está permitindo que os cegos enxerguem, que os cegos comecem a enxergar, que apenas o Estado é capaz de dar solução a determinadas crises”, disse o ex-presidente, filiado ao PT.

Segundo Lula, a crise causada pela covid-19 é de responsabilidade dos serviços públicos. “Essa crise do coronavírus, somente o Estado é que pode resolver isso”, afirmou.

O petista voltou aos debates políticos após ser solto em novembro de 2019, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou inconstitucional a prisão após condenação em segunda instância, que é o caso. O ex-presidente ficou preso por um ano e sete meses e cumpriu pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do caso do triplex no Guarujá.

Coronavírus no país

No Brasil, 17.971 pessoas já morreram de coronavírus. No total, 271.628 pessoas foram infectadas no país. Os dados, divulgados nessa terça, são do Ministério da Saúde. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, o Brasil é o terceiro no ranking mundial de casos confirmados. Já em relação aos óbitos, o país é o sexto.

Mesmo diante disso, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), defende o fim do chamado isolamento social horizontal. O governante acredita que um isolamento vertical, quando somente pessoas do grupo de risco são isoladas, seja o caminho ideal para que as atividades comerciais e rotineiras sejam retomadas.

Fonte: Correio Braziliense

Pernambuco recebe mais 35 respiradores para equipar hospitais na capital e interior

Aparelhos adquiridos pelo Governo do Estado a uma empresa de São Paulo seguirão para as cidades do Recife, Vitória de Santo Antão, Goiana, Garanhuns e Serra Talhada.


O Governo de Pernambuco recebeu, na tarde desta terça-feira (19), mais 35 respiradores comprados à empresa Intermed. Os equipamentos fazem parte de um lote de 100 aparelhos adquiridos no mês de março. Os primeiros 35 foram entregues graças a uma decisão da Justiça, que determinou a busca e apreensão na empresa, localizada no Estado de São Paulo, que não entregou na data correta. Já os de hoje chegaram ao Estado dentro do prazo. Nos próximos dias a empresa deverá realizar a entrega dos 30 equipamentos restantes.

Dez dos 35 respiradores recebidos hoje serão enviados ao Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata. Outros dez vão para o Hospital Referência Covid-19 Recife, em Boa Viagem (antigo Alfa). Seis aparelhos seguirão para a UPAE de Goiana, município da Mata Norte; cinco irão para o Hospam de Serra Talhada, no Sertão do Pajeú; e quatro vão para a UPAE de Garanhuns, no Agreste Meridional.

MAIS ISOLAMENTO – Um balanço dos resultados diários das pesquisas publicadas pelo instituto Inloco, feito hoje, indica que as medidas restritivas começam a apresentar resultados positivos na questão do isolamento social. Essa taxa, em Pernambuco chegou aos 49,5%, na última segunda-feira (18), um aumento de 2,5% em relação ao dia 11. No Recife esse percentual foi ainda maior, chegando aos 55,5%. Olinda vem logo depois, com 55,4%, seguida de Jaboatão dos Guararapes, com 52,2% de taxa de isolamento. Camaragibe registrou 52,5% e São Lourenço da Mata marcou 51,8%. A média de Pernambuco foi a mais alta do Brasil, de acordo com a Inloco.

A Operação Quarentena contabilizou, até o momento, um total de 11.368 veículos abordados e 13.200 pessoas orientadas nas ruas dos cinco municípios da Região Metropolitana desde seu início, no sábado passado (16). As blitzes continuarão diariamente até 31 de maio, quando termina a validade das medidas restritivas de circulação de pessoas. Nesta terça (19), foram ativados 43 pontos de bloqueio montados no Recife e em Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Somente na segunda (18), o efetivo realizou abordagens a 4.675 veículos, a fim de conferir a obediência ao rodízio e o deslocamento comprovado para exercer uma atividade essencial. As equipes deram orientações a 4.286 pedestres, reforçando que podem sair de casa apenas as pessoas que justifiquem o trabalho ou acesso a uma necessidade essencial. Ninguém precisou ser conduzido coercitivamente por desobediência às normas do decreto.

Estabelecimentos comerciais, bares e restaurantes têm sido igualmente alvo de fiscalizações, nas quais o Corpo de Bombeiros Militar e a Polícia Militar atuam em conjunto com equipes de controle urbano e vigilância sanitária das cidades abrangidas pelos decretos. Nos três dias de operação, 4.308 locais foram fiscalizados. Desses, 1.517 estavam abertos regularmente, 2.555 já se encontravam fechados e 236 tiveram de fechar as portas após a fiscalização.

AÇÃO SOCIAL – A Ação Integrada de Quarentena levou para a população de Vera Cruz, em Aldeia, município de Camaragibe, a necessidade de todos obedecerem ao isolamento social como medida de proteção e prevenção contra os riscos de contágio pelo novo coronavírus. Também foi realizada a higienização de ruas, sendo utilizados dois mil litros de produtos.

Equipes formadas por servidores do Estado, da Prefeitura de Camaragibe e voluntários da Central Única das Favelas em Pernambuco (Cufa-PE) distribuíram duas mil máscaras de tecido compradas ao polo têxtil do Agreste e doadas pelo Governo de Pernambuco; foram realizados testes de temperatura corporal em 350 pessoas e instalado provisoriamente um lavatório com água, sabão e toalha descartável à disposição da população. Técnicos em enfermagem fizeram 150 testes rápidos do nível de glicose no sangue e aferiram a pressão de 199 pessoas. Os voluntários entregaram 400 kits de higiene pessoal e limpeza, na Comunidade de Casinhas.

TRANSPORTE – O Grande Recife Consórcio registrou uma redução de 24,95% no volume de passageiros da segunda-feira (18) em relação ao dia 11 de maio. Foram 253.658 passageiros contra 338.005 registrados na segunda feira anterior.

Foto: Hélia Scheppa/SEI