Vox Populi mostra Dilma e Serra estáveis; Marina cresce

SÃO PAULO (Reuters) - Pesquisa Vox Populi divulgada nesta quinta-feira indica que a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, manteve a vantagem de 27 pontos percentuais sobre seu principal adversário, José Serra (PSDB), na corrida pela sucessão presidencial.
No levantamento divulgado pela Rede Bandeirantes e pelo portal iG, Dilma continuou com 51 por cento das intenções de voto, assim como Serra, que permaneceu com 24 por cento.
Marina Silva (PV) foi a única que subiu, de 8 por cento para 10 por cento. A margem de erro é de 1,8 ponto percentual. A pesquisa anterior foi divulgada em 17 de setembro.
A dez dias das eleições, o resultado indica que Dilma seria eleita em primeiro turno e que as denúncias recentes que derrubaram a ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, ex-braço direito da petista na pasta, não tiveram impacto na intenção de voto dos dois principais candidatos, mas podem ter contribuído para a elevação de Marina.
O número de eleitores que não sabem ou não responderam à pesquisa é de 9 por cento, contra 11 por cento na anterior. Brancos e nulos somam 5 por cento e, juntos, os demais candidatos têm 1 por cento.
Dilma aparece à frente dos rivais em todas as faixas etárias, sociais e regionais pesquisadas pelo instituto. Ela também tem o melhor desempenho entre eleitores do Nordeste, onde recebe 67 por cento das intenções de voto --contra 16 por cento de Serra e 7 por cento de Marina.
No Sul, a distância entre Dilma e os rivais é menor. Ela tem 42 por cento, contra 37 por cento de Serra e 6 por cento de Marina.
Na pesquisa espontânea, quando o nome dos candidatos não é apresentado aos eleitores, Dilma é citada por 44 por cento dos entrevistados. Serra recebe 21 por cento das indicações e Marina, 9 por cento.
A pesquisa, com 3.000 entrevistas, foi realizada entre os dias 18 e 21 de setembro.
No Datafolha, realizado entre os dias 21 e 22, Dilma registrou variação negativa de 2 pontos, chegando a 49 por cento das intenções de voto, mas ainda garantindo a possibilidade de vitória no primeiro turno.
Serra oscilou 1 ponto para cima, indo a 28 por cento, e Marina teve variação positiva de 2 pontos, para 13 por cento. Todos os movimentos do Datafolha ocorreram dentro da margem de erro, de 2 pontos percentuais. A margem de erro do Datafolha é de 2 pontos percentuais.
A vantagem de Dilma sobre a soma dos adversários caiu 5 pontos, aumentando as chances de um segundo turno.
(Reportagem de Carmen Munari)
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: