Confira estas e outras promoções!

21 de fevereiro de 2018

Varizes podem ficar mais doloridas no verão

Altas temperaturas contribuem para dilatação das veias, que provoca dor, inchaço e sensação de cansaço nas pernas. Solução pode estar na Castanha da Índia.


No verão, as altas temperaturas e a exposição ao sol podem contribuir para a dilatação das veias e agravar os sintomas das varizes. Mais do que um problema estético, a doença se caracteriza pelo mau funcionamento das pequenas válvulas que existem nas veias das pernas, o que torna o fluxo sanguíneo mais lento e causa dor, inchaço e sensação de cansaço, além de favorecer o surgimento de quadros de trombose.

A Castanha da Índia, graças à sua propriedade venotônica, pode ser uma grande aliada. “O extrato obtido das sementes ajuda no fortalecimento das paredes das veias, o que reduz a permeabilidade dos vasos capilares”, explica Olavo Rodrigues, farmacêutico clínico, mestre em Biotecnologia e superintendente de Desenvolvimento de Produtos e Assuntos Regulatórios da Natulab. Há também as propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. “Com isso, é possível reduzir o inchaço das pernas e melhorar da circulação, contendo as varizes já existentes e inibindo a formação de novos vasos varicosos”, destaca.

No caso da insuficiência venosa crônica (funcionamento comprometido das veias das pernas), o uso da Castanha da Índia também pode ajudar a diminuir a sensação de peso nas pernas e as câimbras noturnas na panturrilha. “Há, ainda, evidências científicas do papel coadjuvante que a semente pode desempenhar em outras alterações vasculares, como tromboflebites e hemorroidas”. Como benefícios secundários, ela gera efeitos de bem-estar e estéticos positivos por contribuir com a redução do volume de líquido no espaço entre os tecidos (meio intersticial), e reduzir a retenção de líquidos nas pernas e tornozelos.

Os resultados do uso podem ser potencializados com a adoção de hábitos de vida mais saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de níveis adequados de sódio e gorduras, além da prática de atividades físicas, como caminhada, corrida, musculação e natação, que estimulam a circulação. “Essas condutas ajudam a prevenir a formação de radicais livres, facilitam a circulação e evitam a formação de processos inflamatórios, principalmente no sistema circulatório, o que contribui para uma boa saúde vascular e das pernas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Traduzir / Translate