Pesquisar neste blog

8 de junho de 2018

Designer de Santa Cruz lança cartilha e Blog sobre nova matéria prima para a indústria têxtil


Um tipo muito comum de cacto existente na caatinga pernambucana começa a ser explorado pela indústria da moda. O facheiro (Pilosocereus pachycladus) que é muito usado na produção de doces e como alternativa na alimentação do gado agora também passa a ser explorado pela indústria da moda. O caule da planta pode ser útil para a indústria têxtil, é o que mostra a pesquisa de Solania Evangelista para a graduação em Design pela UFPE que deu origem ao projeto “Ensinando a transformar: do facheiro a produtos artesanais de moda”, com incentivo do Governo de Pernambuco, através do Funcultura.


A designer descreveu todo o processo de extração da fibra do facheiro para transformá-la em uma matéria-prima que se aproxima do TNT, durante  o lançamento de uma cartilha e de um blog sobre o projeto que aconteceu nesta sexta-feira (8), na Fazenda Fieza, localizada no Sítio Poço da Lama, na Zona Rural de Santa Cruz do Capibaribe. O evento marcou o encerramento de um curso ministrado por Solânia, sob a orientação da professora Renata Garcia Wanderley e que teve participação da artesã Maryjean Carapeto, no qual foi posto em prática todo o processo, desde a extração do facheiro até a criação de produtos artesanais como bolsas, sapatos, brincos, colares abajures e aplicações para roupas, os quais foram mostrados em um desfile de moda.




Durante o evento desta sexta-feira na Fazenda Fieza, também foram entregues os certificados às pessoas que participaram do curso.



Veja outras fotos:









Por Almir Neves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Traduzir / Translate