28 de janeiro de 2019

Jucazinho está entre as 45 barragens com risco de rompimento no país

Risco de rompimento é grande caso a barragem volte a acumular um grande volume de água.
(Foto: Aluisio Moreira / Divulgação).
A barragem de Jucazinho, localizada no município de Surubim, é a única barragem em Pernambuco inserida na lista de reservatórios em situação de alerta devido ao risco de rompimento. A informações são do relatório da Agência Nacional de Águas (Ana) sobre segurança divulgado no fim de novembro, que mostra 45 barragens em risco no país.

Jucazinho tem capacidade para armazenar mais de 327 milhões de metros cúbicos de água, porém a barragem atualmente está com pouco mais de 3% da capacidade total. De acordo com a Ana, entre os problemas de Jucazinho estão as fissuras nos vertedouros laterais e nas chamadas ombreiras. O relatório técnico indica ainda que a bacia de dissipação não é suficiente para sustentar a vazão da água do rio. Um possível rompimento  poderia causar estragos até mesmo na cidade do Recife, que está a quilômetros de distância. 

A Ana descobriu ainda que o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) não tem plano de ação de emergência no caso de uma possível tragédia. A conta para sanar os problemas na barragem pernambucana em surubim é de R$ 40 milhões.

O Dnocs informa que parte das obras de recuperação já teriam sido implementadas, mas não finalizadas. Várias audiências públicas com órgãos governamentais foram realizadas para discutir o assunto.

Diante da tragédia em Brumadinho, o Ministério das Minas e Energia promete fiscalizar e aperfeiçoar as leis. O ministro, o almirante Bento Albuquerque afirma que daqui para frente muita coisa vai mudar, sobretudo nas responsabilidades.

Nenhum comentário:

Conteúdo correspondente