10 de janeiro de 2019

Mãe entrega filho suspeito de latrocínio à polícia e diz que ele precisa pagar pelo que fez


Uma mulher de 42 anos entregou o próprio filho, de 22, à Polícia Civil por ele ser suspeito de latrocínio em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco. A prisão ocorreu na segunda-feira (7), mas as informações foram repassadas nesta quarta (9). À TV Asa Branca, a mãe do suposto criminoso disse que tem consciência que o filho "precisa pagar pelo que fez".

A mãe cria seis filhos e uma neta, e contou à produção da TV Asa Brancaque o filho suspeito de latrocínio começou a se envolver com drogas quando tinha 18 anos, algo que prejudicou toda a família, segundo ela.

A mulher falou que no dia do crime o filho estava drogado e tentou roubar um idoso, que reagiu. A vítima foi morta por asfixia. O jovem chegou a se apresentar na delegacia, mas foi liberado. O delegado responsável disse que liberou o suspeito porque não havia situação de flagrante.

Após o crime, o jovem foi em busca de uma clínica de reabilitação na Bahia, mas voltou para Pernambuco. Ao retornar, ele já era considerado foragido da Justiça, porque foi expedido um mandado de prisão contra ele pelo crime de latrocínio e a mãe fez questão de levá-lo até a delegacia.

A mãe ainda destacou que não aceitaria ter o filho dentro de casa "sabendo que ele matou um homem de bem". O jovem foi levado para o Presídio de Palmares.

Informações do G1 - Foto: TV Asa Branca/Reprodução

Nenhum comentário: