Chuva forte no Agreste de Pernambuco faz açude sangrar depois de muitos anos


Moradores de São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco, respiraram aliviados após anos castigados pela seca. Na madrugada deste sábado (23), o Açude Velho, que tem a nascente em Capoeiras, limite com São Bento do Una, sangrou após chover 40,67 milímetros no município, de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Segundo o diretor de cultura da Prefeitura de São Bento do Una, Ailson Campos, há anos o açude não sangrava porque o paredão estava rachado. "Quando chove forte em Capoeiras, nós ficamos na expectativa, mas há vários anos não sangrava por conta do paredão rachado. O Açude Velho é um patrimônio aqui da cidade", afirmou. Ailton, que mora há mais de 50 anos em São Bento do Una, destacou que a chuva começou por volta da meia-noite e 55 minutos depois, o açude começou a sangrar.

"No centro de São Bento não choveu. Quando o pessoal que mora em Capoeiras disse que estava chovendo, nós achamos estranho. Há anos a gente sofre com a seca e hoje a cidade está em festa. No passado, o Açude Velho era como uma praia para os moradores daqui", completou o diretor, que também é poeta e escreve sobre as belezas do município.

Com informações do NE10
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: