Justiça dá prazo de 10 dias para a Prefeitura de Santa Cruz apresentar documentos à CPI do Calçadão

Reunião da CPI do Calçadão. Foto: Jairo Gomes / reprodução de vídeo.

O vereador Marlos Melo (PTN), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a construção do Calçadão Miguel Arraes de Alencar, em Santa Cruz do Capibaribe, ingressou com uma ação na justiça para que a equipe da Prefeitura do município apresente os documentos solicitados pelos componentes da CPI, mas que só foram entregues parcialmente. Segundo integrantes da comissão, faltaram o parecer conclusivo da prestação de contas da referida obra; plantas baixas, elétricas, sanitárias, hidráulicas e estrutural; planilhas de medição, empenhos e pagamentos.

Nesta sexta-feira (17) o juiz Moacir Ribeiro da Silva Júnior determinou que a Prefeitura deverá apresentar os documentos perante a Justiça em um prazo de dez dias, “sob pena de busca e apreensão dos documentos, na sede do Poder Executivo local (…), além da possível configuração de ato de improbidade administrativa”, conforme descreve o texto da decisão liminar.

A CPI foi instaurada na Câmara de Vereadores de Santa Cruz para investigar possíveis irregularidades, como superfaturamento, na construção do Calçadão.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: