Fim do horário de verão afeta o Enem em 16 estados; entenda


Com o fim do horário de verão, a hora local de fechamento dos portões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vai mudar nos 16 estados das regiões Norte e Nordeste. Ao contrário dos anos anteriores, dessa vez, o Brasil terá apenas três fusos horários durante o exame. Isso significa que, na maior parte do país, as provas do Enem 2019 começarão uma hora mais tarde do que ocorreu em 2018. Neste ano, o exame ocorrerá nos dias 3 e 10 de novembro.

O cronograma oficial do Enem 2019 segue a hora de Brasília, no Distrito Federal. Mas, por causa dos fusos do Brasil, para que as provas sejam aplicadas no mesmo momento a todos os candidatos do país, o horário local do Enem varia de estado para estado.

Vale lembrar que todos os candidatos que chegarem no local de provas depois do fechamento dos portões são eliminados do exame.

Veja abaixo o horário local de fechamento dos portões em cada estado.

O horário de Brasília, no Distrito Federal, é o mesmo de Goiás e dos estados do Sudeste e do Sul. Dessa vez, os nove estados do Nordeste, além do Pará e do Tocantins, também estão no mesmo fuso horário, e não uma hora atrás. Já os demais estados do Norte, que antes ficavam entre duas e três horas atrás do horário de Brasília, agora ficaram com atraso de entre uma e duas horas.

O Amazonas, mais uma vez, é o único estado com dois horários locais diferentes – em 13 municípios, o horário local é o mesmo do Acre (veja mais na lista abaixo).

Horários LOCAIS de fechamento dos portões

13h (fechamento dos portões no horário local)

  • Alagoas
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Maranhão
  • Minas Gerais
  • Pará
  • Paraíba
  • Paraná
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Norte
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo
  • Sergipe
  • Tocantins

12h (fechamento dos portões no horário local)

  • Amazonas (com exceção de 13 municípios - veja mais abaixo)
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Rondônia
  • Roraima

11h (fechamento dos portões no horário local)

  • Acre
  • Amazonas (13 municípios da região sudoeste: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)

Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)

  • Abertura dos portões: 12h (horário de Brasília)
  • Fechamento dos portões: 13h (horário de Brasília)
  • Início das provas: 13h30 (horário de Brasília)
  • Fim da prova no dia 3: 19h (horário de Brasília)
  • Fim da prova no dia 10: 18h30 (horário de Brasília)
  • OBS: Só poderá entrar no local de provas quem apresentar documento de identificação com foto, seguindo as regras determinadas no edital

Por que acabou o horário de verão?

Em abril deste ano, o governo federal informou que, em 2019-2020, o Brasil não terá horário de verão. Nesse período, que dura em média 120 dias entre outubro e fevereiro, parte dos estados brasileiros adianta o relógio em uma hora.

Instituído na década de 1930 no país, e atualmente adotado em 70 países, o objetivo do horário de verão é economizar energia elétrica, retardando o início da noite e, assim, diminuindo, por exemplo, o acionamento de lâmpadas. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), entre 2010 e 2014, o aproveitamento da luz do sol resultou em economia de R$ 835 milhões para os consumidores.

Porém, segundo o governo, foi o mesmo ministro que propôs o fim do horário de verão. Em nota divulgada em abril, a pasta afirmou que "nos últimos anos houve mudanças no hábito de consumo de energia da população, deslocando o período de maior consumo diário para o período da tarde, quando o Horário de Verão não tem influência".

Ainda segundo o MME, novos estudos considerando essas mudanças de hábitos "indicaram que o Horário de Verão deixou de produzir os resultados para os quais essa política pública foi formulada, perdendo sua razão de ser aplicado sob o ponto de vista do setor elétrico".

Do G1
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: