Consulta odontológica é aliada para prevenção e diagnóstico de câncer raro


Uma visita ao dentista tem resultados variados, dentre eles, um tratamento de canal ou uma cárie a ser tratada. Contudo, algumas consultas podem ter um diagnóstico surpreendente, já que a boca é vulnerável a uma série de doenças pouco conhecidas. Esse é o caso do câncer nas glândulas salivares, muito mais incomum que o câncer da mucosa, popularmente conhecido como câncer de boca. “Trata-se de um tipo de câncer que a pessoa só descobre quando os nódulos se tornam visíveis, a única forma de tratamento é através de um diagnóstico precoce” afirma Katarina Chaves, cirurgiã dentista da Blanc Odontologia.

O tumor das glândulas salivares pode ser benigno ou maligno e geralmente se manifesta através de pequenos caroços (nódulos) localizados perto da orelha, papada, bochechas ou na língua, essas lesões também podem evoluir para feridas em seu estágio mais avançado. Diferentemente do câncer de boca, o tumor não está relacionado ao HPV, os principais fatores de risco para a doença são a predisposição genética, exposição à radiação e a substâncias químicas. “Sabemos que existe relação entre cigarro e tumor de glândulas salivares, mas ela não é tão clara quanto em outros tumores de cabeça e pescoço”, complementa Katarina.

A especialista também explica que o cirurgião-dentista terá papel fundamental no que diz respeito ao diagnóstico precoce, visto que a maioria dos pacientes vai com mais frequência (de seis em seis meses) a uma consulta odontológica do que a uma consulta médica. “Consultas regulares com o cirurgião-dentista poderão exercer peso fundamental, já que diagnósticos precoces podem significar maior índice de cura”. No caso do tumor maligno, o tratamento indicado será a cirurgia. Em algumas situações, poderá ser feita em seguida a radioterapia ou a radioterapia junto com a quimioterapia para diminuir a chance de o câncer aparecer novamente. Cada um desses tratamentos têm o poder de reduzir esse risco.

Os principais sintomas do câncer das glândulas salivares são:

  • Dor contínua no rosto, pescoço ou boca
  • Diferença entre o tamanho ou forma de um dos lados do rosto ou pescoço, comparado com o lado contralateral
  • Dormência em parte do rosto
  • Fraqueza nos músculos do rosto
  • Problemas para abrir a boca amplamente
  • Drenagem de líquido à região auricular
  • Dificuldade para engolir
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: