Pernambuco confirmou 199 novos casos da Covid-19 nesta quinta-feira, 16 de abril


No boletim epidemiológico desta quinta-feira (16.04), Pernambuco confirmou 199 novos casos da Covid-19. Com isso, o Estado totaliza 1.683 ocorrências do novo coronavírus. Desses, 1.095 estão em isolamento domiciliar e 342 internados, sendo 65 em UTI e 277 em leitos de enfermaria. Além disso, o boletim aponta 86 pacientes já recuperados da doença. Até agora, os casos confirmados estão distribuídos por 65 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmadas laboratorialmente 17 novas mortes (8 homens e 9 mulheres), de pessoas residentes no Recife (8), Moreno (1), Vitória de Santo Antão (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Aliança (1), Olinda (1), São Lourenço da Mata (1), Arcoverde (1), Amaraji (1), Cabo de Santo Agostinho (1).

Os pacientes tinham idades entre 29 e 90 anos, e faleceram entre os dias 12.04 e 15.04. Com isso, o Estado totaliza 160 mortes pela Covid-19. As faixas etárias dos novos óbitos são as seguintes: 20 a 29 (1); 30 a 39 (1); 40 a 49 (3); 50 a 59 (1); 60 a 69 (4); 70 a 79 (5) e com 80 anos ou mais (2).

Dos 17 pacientes que vieram à óbito, 11 apresentavam comorbidades como hipertensão (6), cardiopatia (3), diabetes (6), obesidade (2), insuficiência renal (2), doença de Chagas crônica (1), histórico de acidente vascular cerebral (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Outros 2 não tinham comorbidades e 4 estão em investigação pelos municípios.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 593 casos foram confirmados e 432 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal), ou privadas. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

Mais leitos - Dentro do plano de expansão de leitos para o enfrentamento do novo coronavírus, o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), colocou em funcionamento nesta quinta-feira (16.04) mais 40 leitos, sendo 20 deles apenas de Terapia Intensiva (UTI). As novas vagas estão sendo abertas, ao longo do dia, no Hospital de Referência Covid-19, no antigo Alfa, localizado em Boa Viagem, na zona sul da capital pernambucana. ⁣

No total, terá 230 novos leitos, sendo 100 leitos de UTI e 130 leitos de enfermaria, que serão inaugurados gradativamente. Nessa primeira etapa entregue hoje serão 40 novos leitos, sendo 20 de UTI e 20 de enfermaria. A estrutura, que estava sem energia elétrica e água encanada, além de elevadores e geradores sem funcionar, passou por ampla reestruturação com reforma de toda parte elétrica e hidráulica e também com recuperação de equipamentos. ⁣

Com um investimento total de R$ 20 milhões, foi instalado um novo sistema de climatização além da compra de gases medicinais, aquisição de aparelho de raio-X e tomógrafo computadorizado. Quando estiver em pleno funcionamento, ao todo mais de 900 pessoas entre médicos (155), enfermeiros (170), fisioterapeutas (82), técnicos de enfermagem (360) e outros profissionais de saúde, além de apoio e administrativo irão atuar no novo serviço, que passa a compor a rede estadual de saúde.

OLINDA - Outra unidade que estava desativada e foi colocada a funcionar para atender exclusivamente casos da Covid-19 foi a Maternidade Brites de Albuquerque. Na última sexta-feira (10.04), a unidade, localizada na PE-15, no bairro da Cidade Tabajara, em Olinda, ativou seus primeiros 10 leitos, todos de UTI. Nesta quinta- feira (16.04), outros 10 leitos de terapia intensiva serão colocados em operação no serviço.

REDE - Em pouco mais de um mês, o Governo de Pernambuco atinge, nesta quinta- feira, a marca de 539 leitos abertos para o tratamento da doença, sendo 256 de UTI. O cronograma da prevê aberturas diárias de novas vagas dedicadas para a atenção aos pacientes com a Covid-19. E, por meio do Gabinete de Enfrentamento da Epidemia, comandado pessoalmente pelo governador Paulo Câmara, a gestão estadual acompanha, permanentemente, a evolução da doença no Estado e no Brasil, e a partir da necessidade, essa rede será incrementada, seja com a contratação de leitos junto à rede privada, seja com novos leitos na rede própria.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: