Magalu

Ministros fazem exames após Bolsonaro ter testado positivo para Covid-19

Ministros foram submetidos à testagem e receberam resultado negativo para a doença. Presidente da República informou nesta terça-feira (7) que contraiu o vírus.


Ao menos dez ministros do governo de Jair Bolsonaro foram submetidos ao teste do novo coronavírus após o presidente ter informado nesta terça-feira (7) que está com a doença.

No início da noite, o Ministério da Economia informou que o ministro Paulo Guedes fez um teste com resultado negativo. Segundo a assessoria, o ministro cumprirá agenda por videoconferência e fará um novo exame em quatro dias. O Ministério das Comunicações também informou que o ministro Fábio Faria fez exame, e o resultado deu negativo

Walter Souza Braga Netto, da Casa Civil; Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo; fizeram exames, que deram negativo para a Covid-19, segundo as assessorias dos ministros. Ao longo da última semana, os três tiveram agendas com Bolsonaro.

Também na tarde desta terça, a assessoria do Ministério da Infraestrutura informou que o ministro Tarcísio de Freitas e o secretário-executivo da pasta, Marcelo Sampaio, fizeram o teste e os resultados deram negativo. Os dois tiveram agenda com o presidente Jair Bolsonaro na última semana.

A assessoria de imprensa do Ministério da Educação informou que o ministro interino, Antônio Paulo Vogel, fará o exame possivelmente ainda nesta terça.

De acordo com Bolsonaro, ele tomou hidroxicloroquina, remédio que vem defendendo como tratamento para a Covid-19. Não há comprovação científica da eficácia da hidroxicloroquina para a doença.

O Itamaraty informou que o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, está isolado em casa, sem sintomas, e que o exame dele para o coronavírus também deu negativo. O ministro reuniu-se com Bolsonaro no último domingo (5).

Os ministros Jorge de Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência; José Levi, da Advocacia-Geral da União (AGU) e Fernando Azevedo, da Defesa, informaram que também fizeram testes. Eles estiveram em agendas com o presidente ao longo da última semana.

Braga Netto, Luiz Eduardo Ramos, Jorge Oliveira e José Levi tiveram agenda com o presidente na segunda-feira (06), dia em que o presidente disse ter começado a sentir os sintomas da doença e fez o teste para a doença.

Junto ao ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, os três formam o grupo de “ministros palacianos”. Eles têm gabinetes no Palácio do Planalto e despacham rotineiramente com Jair Bolsonaro. O advogado-geral da União também se reúne com frequência com o presidente.

O ministro da Defesa foi testado para a doença por uma equipe do Hospital das Forças Armadas na manhã desta terça, no próprio ministério, segundo a pasta.

Segundo o ministério, Azevedo teve contato com um servidor que está com o novo coronavírus. O ministro da Defesa teve agenda com o presidente Jair Bolsonaro em 30 de junho, no Palácio do Planalto.

No mesmo dia, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, também se encontrou com Bolsonaro. De acordo com a assessoria do banco, Guimarães fez o teste nesta terça para detecção da Covid-19 e não apresenta sintomas.

Postar um comentário

0 Comentários