Magalu

Mulheres na pós-menopausa com câncer de mama podem evitar quimioterapia

Estudo independente apresentado em congresso Internacional nos EUA avaliou mais de 5 mil pacientes.


A menopausa pode determinar quais mulheres com câncer de mama inicial podem evitar com segurança a quimioterapia. É o que mostra o estudo clínico randomizado RxPONDER, apresentado no San Antonio Breast Cancer Symposium, nos Estados Unidos, o maior e mais importante congresso sobre câncer de mama do mundo.

O RxPONDER demonstrou um efeito diferente da quimioterapia baseado nos resultados do Recurrence Score (escore de recorrência) em mulheres na pós-menopausa e na pré-menopausa. Foi observado que as mulheres na pós-menopausa com resultados de Recurrence Score de 0 a 25 não obtiveram benefícios da quimioterapia e podem evitar os efeitos colaterais associados ao tratamento.

Já as mulheres com resultado de Recurrence Score entre 26 e 100 não foram incluídas no estudo porque os pesquisadores analisaram estudos anteriores e determinaram que este grupo de pacientes se beneficiou da quimioterapia.

Aproximadamente 25% das pacientes diagnosticadas com câncer de mama precoce com receptor hormonal (RH) positivo e HER2 negativo têm um tumor que se espalhou para os linfonodos e dois terços dessas pacientes estão na pós-menopausa.iii A grande maioria dessas pacientes está atualmente recebendo quimioterapia.iv

“Com os estudos RxPONDER e TAILORx, há agora uma clareza definitiva e inegável sobre quem se beneficia e quem não se beneficia da quimioterapia dentre as pacientes com câncer de mama em estágio inicial, com doença linfonodo negativa ou linfonodo positiva” disse o Dr. Steven Shak, Chief Medical Officer da Exact Sciences. “Estima-se que estes tão esperados resultados, que continuamente confirmam a importância do teste Oncotype DX nas aplicações da prática clínica, causarão impacto sobre dezenas de milhares de mulheres no mundo todo”.

O estudo é baseado no teste genômico Oncotype DX®️ Breast Recurrence Score, uma ferramenta prognóstica que consegue identificar quais pacientes de fato se beneficiarão da quimioterapia, fazendo também uma avaliação prognóstica e preditiva das pacientes, identificando se há a possibilidade de recorrência da doença nos próximos 10 anos, e permitindo avaliar um melhor uso dos recursos de saúde. Ele foi realizado em 632 centros de nove países: Estados Unidos, Canadá, México, Colômbia, Irlanda, França, Espanha, Coreia do Sul e Arábia Saudita. O estudo incluiu mais de 5.000 mulheres com doença com até três linfonodos positivos. Mulheres com resultado Recurrence Score de 0 a 25 foram aleatoriamente colocadas em um grupo para tratamento com terapia hormonal isolada ou em um grupo para tratamento com quimioterapia seguida de terapia hormonal. As pacientes aleatoriamente distribuídas foram estratificadas de acordo com seu resultado Recurrence Score®️, seu status menopausal e com o tipo de cirurgia de linfonodos.

No Brasil, o teste, que é distribuído pelo Grupo Fleury, passou por pesquisas no Hospital Pérola Byington, maior centro de tratamento de câncer de mama do país, e na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

Sobre o Oncotype DX
O portfólio do Oncotype DX para os testes de câncer de mama, de cólon e de próstata aplica preceitos de ciência genômica avançada para revelar a biologia exclusiva de um tumor e para facilitar as decisões sobre o tratamento do câncer. Em câncer de mama, o teste Recurrence Score do Oncotype DX é o único teste que demonstrou que pode predizer a probabilidade do benefício da quimioterapia e da recorrência de câncer de mama invasivo. Adicionalmente, o teste Oncotype DX Breast DCIS Score pode predizer a probabilidade de recorrência de uma forma pré invasiva de câncer de mama chamada DCIS. No câncer de próstata, o teste Oncotype DX Genomic Prostate Score® pode prever a agressividade da doença e esclarecer adicionalmente o risco atual e futuro do câncer antes do tratamento, e o teste Oncotype DX AR-V7 Nucleus Detect™ ajuda a determinar quais pacientes com câncer de próstata metastático resistente à castração (mCRPC) são resistentes a terapias direcionadas ao receptor de andrógeno (AR). O teste Oncotype DX AR-V7 Nucleus Detect é feito pela Epic Sciences em seu laboratório centralizado e certificado pela CLIA localizado em San Diego, e é oferecido exclusivamente pela Exact Sciences. Com mais de 1 milhão de pacientes testados em mais de 90 países, os testes Oncotype DX redefiniram a medicina personalizada, tornando as ciências genômicas uma parte fundamental do diagnóstico e tratamento do câncer. Para saber mais sobre os testes Oncotype DX, visite o site www.OncotypeIQ.com/en

Sobre a Exact Sciences Corp
Fornecedora líder de exames para rastreamento e diagnóstico de câncer, a Exact Sciences busca incansavelmente soluções mais inteligentes, fornecendo a clareza necessária para realizar ações que mudam sua vida, precocemente. Com base no sucesso dos testes Cologuard®️ e Oncotype DX®️, a Exact Sciences está investindo em seu pipeline de produtos para enfrentar alguns dos cânceres mais mortais e melhorar o atendimento ao paciente. A Exact Sciences une colaboradores visionários para ajudar a avançar na luta contrao câncer. Para obter mais informações, visite o site da empresa em www.exactsciences.com, siga Exact Sciences no Twitter @ExactSciences, ou localize Exact Sciences no Facebook.

Postar um comentário

0 Comentários