Magalu

Isolamento social causado pela pandemia faz miopia crescer 400% entre crianças

A pesquisa foi publicada na JAMA Ophthalmology, revista científica com maior fator de impacto dentro do campo da oftalmologia.


Há mais de um ano estamos vivendo o isolamento social. Além dos já conhecidos problemas causados pela pandemia do novo Coronavírus, a saúde dos olhos também tem sofrido neste período, principalmente das crianças. De acordo com um estudo realizado na China, os casos de miopia entre crianças de 6 anos aumentaram 400% nos cinco primeiros meses de lockdown de 2020, em comparação aos anos anteriores. A pesquisa foi publicada na JAMA Ophthalmology, revista científica com maior fator de impacto dentro do campo da oftalmologia.

De acordo com a oftalmologista Catarina Ventura, diretora do Instituto de Olhos Fernando Ventura, esse crescimento excessivo ocorre por conta do uso exagerado de televisão, celulares, telefones e tablets. Além de miopia, as telas também podem causar cansaço nos olhos e deixá-los secos e irritados.

“A miopia acarreta a focalização da imagem antes de chegar à retina. A pessoa consegue ver objetos próximos com nitidez, mas os distantes ficam embaçados, desfocados. A doença não tem cura, mas pode ser tratada para que não progrida para casos mais graves”, explicou a médica do IOFV.

Com as aulas online em telas de computador e a falta de opção para brincadeiras, o uso exagerado de telas acaba sendo inevitável nesse período de pandemia. A médica oftalmologista destaca que são importantes descansos de pelo menos 15 minutos a cada hora em frente aos aparelhos.

“Aconselhamos que as crianças brinquem em ambientes externos, na varanda da casa, na garagem ou até mesmo na rua. Os pequenos de atualmente têm mais acesso às telas, e com a pandemia e isolamento social tudo isso se acentuou, já que ficam presas em casa usando os aparelhos próximos ao rosto. Isso força a visão e também falta um estímulo para uma boa visão à distância”, destacou Catarina Ventura.

Postar um comentário

0 Comentários