Jogador Edu Matos, que sofreu sete paradas cardíacas, pode ficar em estado vegetativo.

 
 
Ressonância magnética aponta lesões no cérebro do jogador do Araripina (PE). Equipe médica diz que estado é irreversível As sete paradas cardíacas sofridas pelo jogador Edu Matos (a primeira delas ainda em campo, na partida contra o Porto, no dia 27 de janeiro, pelo Campeonato Pernambucano) deixaram sequelas profundas no atleta. É isso que aponta a ressonância magnética realizada no zagueiro do Araripina. O laudo do exame aponta lesões no cérebro que, segundo os médicos que atenderam Edu, o deixarão para sempre em estado vegetativo. - Ele teve alta da UTI na sexta-feira e agora está na enfermaria. O quadro dele é estável, ou seja, todas as funções (respiratória, renal e cardíaca) funcionam normalmente. Mas, pelo grau de lesão que a ressonância apontou, vai ficar sequelado para o resto da vida. Edu não reconhece as pessoas que estão à volta dele, apesar de olhar, ele não compactua com os estímulos que recebe. "Infelizmente, é isso que tenho a dizer" afirma o Dr. José Gildo Monteiro, responsável pela unidade coronariana do Procape (Pronto Socorro Cardiológico de Pernambuco). Segundo o médico, não há muita coisa a se fazer agora. Para Dr. Gildo, a fé pode ajudar muito mais Edu agora do que a medicina. - Foi muito tempo com o cérebro sendo castigado. Foram sete paradas cardíacas. É pouco provável que ele consiga sair desse quadro vegetativo. A família tem muita fé em Deus e é muito unida. Pelo lado da ciência, há muito pouco a ser feito pelo estado em que ele se encontra. Infelizmente, só nos resta rezar. 
 
Fonte:globoesporte.com
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: