Ailson, do Santa Cruz Radical, despede-se do campeão Júlio César

Ailson fala da perda daquele que levou o nome de Santa Cruz do Capibaribe aos mais distantes lugares

O produtor do Santa Cruz Radical falou: "Prá gente é uma coisa inexplicável. O Júlio César que foi vice-campeão brasileiro, que correu em todas as partes do Brasil e se acabou assim nessa tragédia sem explicação. Eu acho que a gente perdeu o maior piloto de motocross do nordeste. Ele representava não só a cidade de Santa Cruz do Capibaribe, más também ao nosso estado de Pernambuco. Essa multidão que está aqui comprova o que estou falando. Ele era muito querido. Eu que promovo vários eventos para a juventude vi o quanto ele era admirado. A estrela de Júlio César nunca se apagará. Ela brilhará para sempre no céu e iluminará esse motocross aqui de Santa Cruz para que continue fazendo sucesso em todo Brasil".

"Júlio César foi um piloto que começou de baixo. Ele sempre foi um batalhador. Chegou onde chegou, más não deixou de ser aquela pessoa humilde que fazia com que todos gostassem dele. Só peço a todos os pilotos de Santa Cruz que se espelhem no Júlio César. Ele é um exemplo de piloto. O sucesso nunca subiu à sua cabeça. Ninguém nunca esquecerá o maior piloto de motocross do nordeste", concluiu um emocionado Ailson.

Postar um comentário

0 Comentários