13 de abril de 2016

Caminhoneiro que residia em Santa Cruz morre com suspeita de gripe H1N1

Um caminhoneiro de 38 anos que residia em Santa Cruz do Capibaribe morreu com suspeita de gripe H1N1.

O caminhoneiro André Rari que residia no Bairro Novo, faleceu na última segunda-feira (11). Ele estava internado há duas semanas no Hospital Santa Efigênia em Caruaru. A assessoria da unidade hospitalar informou o caso à Secretaria Estadual de Saúde (SES) para que a causa da morte seja investigada. Só a SES pode confirmar se a morte foi mesmo provocada pela gripe H1N1.

Segundo informações, já existem outros casos suspeitos em pessoas que também residem em Santa Cruz do Capibaribe.

A vacinação contra a gripe H1N1 está prevista para começar através da rede pública no final deste mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

Traduzir / Translate