12 de setembro de 2017

Juiz condena Edson Vieira, Dida e Nan e Joab a pagarem multa, mas os mantêm em seus cargos


Foi publicada no final da tarde desta segunda-feira a decisão do juiz eleitoral Flávio Krok Franco, sobre o processo envolvendo o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, seu vice Dida de Nan e o vereador Joab do Oscarzão.

A denúncia do Ministério Público Eleitoral diz que os três candidatos participaram em um evento organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), em 24 de setembro de 2016, às vésperas da eleição municipal, na casa de recepções Glamour, evento no qual se tratou sobre a construção de casas populares em terreno disponibilizado pela prefeitura.

Edson, Dida e Joab foram condenados a pagar, cada um, multa no valor de 27 mil Ufirs, aproximadamente R$ 28,7 mil para cada um dos acusados. Tanto o Ministério Público Eleitoral, autor da denúncia, quanto os demais envolvidos podem recorrer da decisão, que poderá ainda ser julgada em segunda instância, no Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Traduzir / Translate