20 de setembro de 2017

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado


Os trabalhadores da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) em todo Brasil entraram em greve por tempo indeterminado desde as 22h da terça-feira (19). Em Pernambuco, os trabalhadores realizaram assembleias no Recife, em Garanhuns e nas subsedes do Agreste, em Caruaru, e do Sertão, em Petrolina.

De acordo com o sindicato da categoria, a paralisação afeta toda a área operacional: cruzam os braços o carteiros, atendentes e operadores de triagem e transbordo. A categoria tenta negociar um reajuste salarial de 8%.

Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), após mais de 40 dias desde a apresentação para a proposta, a empresa apenas tentou excluir cláusulas para o acordo coletivo de trabalho.

Os funcionários também reclamam do fechamento de agências, o que dificulta os serviços postais e bancários, ameaças de demissão, corte em investimentos, suspensão de férias, entre outras questões. A entidade também demanda novos concursos para a reposição de funcionários que se aposentaram. A última seleção para a empresa ocorreu em 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Traduzir / Translate