Pesquisar neste blog

14 de outubro de 2018

Serra do Pará: Patrimônio Turístico e Arqueológico de Pernambuco e berçário natural de espécies de nossa fauna

A Águia Chilena é um dos destaques da Serra do Pará. Imagens: Almir Neves.
Em meio à vegetação seca da Caatinga na região Agreste do estado de Pernambuco, um local se destaca por seu potencial turístico, por causa de seus sítios arqueológicos e por ser berçário natural de espécies típicas da Caatinga. Estamos falando da Serra do Pará, localizada ao lado da Vila do Pará, no município de Santa Cruz do Capibaribe.

Biólogos, fotógrafos, observadores de aves, praticantes de esportes de aventura, como rapel e escalada, estudantes, entre outros públicos, costumam visitar o local para apreciar suas belezas naturais.

O ambientalista Júnior Silva e o Blogueiro Almir Neves.
O Blog Merece Destaque traz hoje uma reportagem especial sobre a Serra do Pará, onde estivemos neste último sábado, 13 de outubro de 2018, para mostrar que apesar da seca severa que castiga nossa região, o local ainda exibe belezas únicas e que a vida está presente por todos os cantos deste lindo lugar.


Com altitude de aproximadamente 676m acima do nível do mar, o ponto mais alto da serra é conhecido como Pico do Almirante. Na Pedra do Pará, como é conhecido o local onde está erguido um cruzeiro de madeira, a altitude é de 635m. Abaixo da rocha encontra-se cavernas e um riquíssimo Sítio Arqueológico com mais de 150 pinturas rupestres. São grafismos de coloração avermelhada que representam a cultura dos povos primitivos. As inscrições estão dispostas em vários níveis de altura e o acesso ao local é através de uma trilha com aproximadamente 300m de subida e é preciso escalar rochas em alguns pontos.



O local é ideal para a sobrevivência e procriação de espécies típicas deste tipo de habitat como é o caso da águia chilena (Geronoaetus melanoleucus), espécie esta que pudemos observar durante nossa visita, e registrar através de fotos um casal de águias e um filhote ainda no ninho.

Águia Chilena voando e vocalizando
Casal de Águias Chilenas
Filhote de Águia Chilena no ninho
Outra espécie que também é dificilmente vista em nossa região também encontrou na Serra do Pará um ambiente propício para sua sobrevivência e reprodução, trata-se de uma ave de pequeno porte, popularmente conhecida como Maria preta de garganta vermelha (Knipolegus nigerrimus), espécie que, em todo o estado de Pernambuco, só foi registrada até então, nos municípios de Buíque e Santa Cruz do Capibaribe, no Vale do Catimbau e na Serra do Pará, respectivamente.

Maria preta de garganta vermelha fêmea
Maria preta de garganta vermelha macho
Reportagem: Almir Neves, para o Blog Merece Destaque

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Traduzir / Translate