Ministério Público recomenda que prefeito de Santa Cruz reintegre servidores públicos demitidos


O Ministério Público do Estado de Pernambuco, através do 1º Promotor de Justiça Cível Carlos Eugênio do R. Barros Q. Lopes, emitiu uma recomendação para que o Prefeito do Município de Santa Cruz do Capibaribe-PE, Edson Vieira, faça a reintegração dos 98 (noventa e oito) cuidadores que exerciam suas atividades junto às escolas/creches do município, de modo a não haver qualquer prejuízo aos alunos portadores de deficiência, com a garantia das condições necessárias à execução de tais atividades e que se abstenha de efetuar a dispensa de servidores, com redução na qualidade do ensino prestado nas escolas/colégios.

A recomendação cita outras duas recomendações emitidas pelas promotorias de Justiça Cível de Santa Cruz do Capibaribe/PE em momento anterior à realização do festejo junino conhecido como “SÃO JOÃO DA MODA 2018”, e já se antevendo a possibilidade de escassez futura de recursos públicos para o custeio das necessidades básicas da população, a fim de que o gestor se abstivesse de realizar gastos supérfluos, tais como festejos públicos, em prejuízo às necessidades mais prementes da população, tais como saúde, educação etc; 

"CONSIDERANDO que a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe/PE, em total desatenção aos termos das Recomendações 002/2018 e 003/2018, efetuou gastos superiores a 3.000.000,00 (três milhões de reais) com o “SÃO JOÃO DA MODA 2018”, recurso este que poderia ter sido utilizado na manutenção dos serviços públicos de maneira satisfatória". Diz um trecho da recomendação.



Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: