"Esse processo não fica só em Cláudio Soares", fica em torno de R$ 1,5 milhão e envolve outras pessoas". Diz Ernesto Maia


O líder da oposição, na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe, Ernesto Maia (PT), afirmou durante seu discurso na tribuna da casa, nesta quinta-feira (02), que a denúncia do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) contra o ex-gestor de eventos de Santa Cruz do Capibaribe, Cláudio Soares, também envolve outras pessoas. “Esse processo não fica só em Cláudio Soares, ele é maior e mais amplo, ele fica em torno de 1,5 milhão e envolve outras pessoas que ainda não tiveram os nomes revelados”, disse.

Ernesto destacou ainda que as investigações do Ministério Público partiram de denúncias feitas pela bancada de oposição na câmara. “Pra vocês que muitas vezes dizem que aqui a oposição denuncia e não dá em nada, pode demorar, mas chega”, frisou.

O assunto foi pauta dos discursos de outros vereadores da bancada de oposição durante a 13ª sessão plenária na tarde de hoje.

"Isso é apenas a pontinha de tantas e tantas coisas obscuras que existem na prefeitura". disse Júnior Gomes
"Claudio Soares, aquele que ficava com vocês nos camarotes de Santa Cruz, bebendo Whisky e ostentando”, disse, Carlinhos da Cohab apontando a líder de governo, Jéssyca Cavalcanti.
“A casa tá caindo e pode ter certeza, ‘logo logo’ a Polícia Federal vai baixar na casa do prefeito”. Disse o vereador Joab Gomes.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) denunciou o gestor de eventos do município e a esposa dele, Andreza Soares, em suposto esquema criminoso. (Relembre aqui)
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: