Ministério Público instaura inquérito para apurar possíveis irregularidades no Santa Cruz Prev


O Ministério Público do estado de Pernambuco (MP-PE) instaurou um inquérito para apurar possíveis irregularidades no Santa Cruz Prev, Fundo Municipal de Previdência Social de Santa Cruz do Capibaribe.

A abertura do inquérito surgiu a partir de denúncias apresentadas ao MP-PE pelos vereadores Capilé da Palestina e Joab Gomes que apontam para inúmeras irregularidades como a existência de débitos, falta de apresentação de balanços financeiros e indícios de atos de improbidade administrativa.

A diretora-presidente do Santa Cruz Prev, Elaine Silva, deverá prestar depoimento na próxima quinta-feira (23) e deverá apresentar o relatório contábil. Os dois vereadores citados também deverão comparecer a audiência. Os procedimentos serão conduzidos pelo promotor Lúcio Carlos Malta Cabral.

No mês de março, Elaine Silva emitiu uma declaração confirmando a existência de débitos de R$ 1,8 milhão referentes ao acúmulo de atrasos de repasses por parte da prefeitura. Já neste mês de maio, para comprovar que não há pendências e poder realizar o São João da Moda, a Prefeitura informou que os repasses foram colocados em dia, mas surgiram questionamentos sobre a quitação de juros e multas por atrasos nos repasses.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: