Novos Guardas Municipais passam por treinamento na Faculdade Cesac, em Santa Cruz do Capibaribe


A direção da Faculdade Cesac cedeu o espaço da instituição de ensino para as aulas do curso de formação dos novos Guardas Civis Municipais aprovados no último Concurso Público da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe.


O Secretário Municipal de Defesa Social de Santa Cruz do Capibaribe, Coronel Sena, falou com exclusividade para o Blog Merece Destaque e deu detalhes sobre este processo de formação dos novos Guardas Municipais e sobre outros processos aos quais estes profissionais serão submetidos antes de estarem aptos a portar armas de fogo em serviço.



"O curso de formação de Guardas Civis Municipais de Santa Cruz do Capibaribe teve início no dia 30 de abril de 2019 com o quantitativo de 70 candidatos a guardas civis municipais aprovados no último Concurso Público realizado aqui no município de Santa Cruz do Capibaribe. Esses alunos estão fazendo este curso na Faculdade Cesac por uma empresa que coordena todo este curso, a Contato Treinamentos Táticos que foi contratada pela Prefeitura de Santa Cruz em um processo licitatório realizado aqui, um pregão. Além disso o curso, ele contará com 480 horas-aula realizado de segunda a sexta-feira das 7h às 17h, onde são aplicadas diversas matérias, de acordo com essa grade curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública, práticas e teóricas, com o objetivo de, ao final de dois meses e meio a três meses de curso, eles estejam aptos a exercer a função de Guarda Civil Municipal. São divididos em duas turmas de 35 alunos e estão já em fase de avaliação de algumas matérias que foram ministradas. São divididos em seis módulos e a gente já cumpriu dois destes módulos com estes alunos". Informou o Coronel Sena.


O Coronel Sena informou ainda que este curso não torna os Guardas Municipais aptos a trabalharem armados. "Os novos guardas vão passar por um outro processo com uma psicóloga credenciada junto à Polícia Federal e os que forem aptos irão participar de seleção teórica e prática de tiro também com instrutor credenciado junto à  Polícia Federal e sob a fiscalização do Departamento de Polícia Federal lá no Recife, a superintendência. Então só os que forem aprovados nestes processos, psicotécnico, teórico e prático de tiro, é que vão utilizar armas de fogo. Todos poderão ser voluntários a participar desta seleção, mas só utilizarão arma de fogo em serviço os que forem aprovados. Geralmente 30% da tropa que se submete é que consegue a aprovação para uso desta arma". Concluiu o Coronel.


Do Blog Merece Destaque - Fotos: divulgação.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: