Quatro pessoas são presas pela PRF em Pernambuco transportando 59 quilos de maconha


Na madrugada do sábado (04), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Pernambuco, conseguiu deter quatro suspeitos identificados como: PEDRO HENRIQUE DE LIMA ALBUQUERQUE, 36 anos, sem ocupação, casado, natural e residente na Paraíba (possui antecedentes criminais – já foi preso por receptação, mas foi absolvido), CARLOS HENRIQUE DUTRA DIAS, 23 anos, desempregado, solteiro, natural e residente em Goiás (possui antecedentes criminais – já foi preso por tráfico de drogas, posse de arma de fogo e receptação), VALDEMIR GALDINO DA SILVA, 39 anos, autônomo, casado, natural e residente na Paraíba (não possui antecedentes criminais) e DÉBORA CAROL RIBEIRO, 25 anos, desempregada, solteira, natural e residente em Araçatuba/SP (não possui antecedentes criminais).

As prisões aconteceram durante patrulhamento de rotina da PRF na BR-101 Sul, próximo à cidade de Escada, em Pernambuco. Ao abordarem dois veículos (Chevrolet Onix de Placas QSH-4970 de João Pessoa-PB e Chevrolet S-10 de placas IUI-2358 de Sousa-PB) em atitude suspeita ao ultrapassarem as viaturas dos policiais rodoviários, razão pela qual ambos os veículos foram parados e percebeu-se a coincidência de ambos terem placas da Paraíba. No momento da abordagem foi feita uma entrevista prévia e percebeu-se que os ocupantes estavam demonstrando muito nervosismo, mãos trêmulas e dificuldade em responder aos questionamentos dos policiais. Razão pela qual foi feita uma vistoria minuciosa nos veículos onde percebeu-se que por baixo da carroceria da S-10 havia um invólucro de maconha e ao prosseguir na busca foram encontrados escondidos em diversas partes da lataria do mesmo veículo 71 tabletes de maconha, que totalizou um peso bruto de aproximadamente 59 quilos.

O veículo ônix vinha fazendo a função de batedor durante todo o trajeto à frente da S-10 informando sobre a presença ou não de Policiais na estrada razão pela qual os seus ocupantes (PEDRO e VALDEMIR) também foram presos.

Os quatro suspeitos foram conduzidos à Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, para as formalidades legais de Polícia Judiciária, tendo sido autuados em flagrante por tráfico interestadual de entorpecentes e associação e, caso venham a ser condenados, poderão pegar penas que variam de 8 a 25 anos de reclusão. Após a autuação, os presos realizaram exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e foram enviados para a audiência de Custódia na Cidade de Vitória de Santo Antão/PE, onde ficarão à disposição da Justiça Estadual.

Além da droga, também foram apreendidos os dois veículos, a quantia de R$ 9.426,00 em dinheiro, 05 aparelhos celulares, além de vários documentos.


Em seus interrogatórios a maioria dos presos resolveu fazer uso de seu direito constitucional em só falar diante do Juiz. As investigações apontam que a droga foi trazida de Campo Grande/MS e tinha como destino final João Pessoa/PB e que foi oferecida uma proposta pelo ex-namorado (sem maiores informações) da mulher presa para receber R$ 6 mil Reais para dirigir o veículo até o nordeste e que ela havia aceitado por se encontrar desempregada e passando por situação financeira difícil. Em Campo Grande/MS, ela teria se encontrado com um outro suspeito (CARLOS) e seguiram viagem com a droga já escondida na lataria do veículo. Pela forma de apresentação a droga é oriunda do Paraguai.

Fonte: Polícia Rodoviária Federal
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: