Olhares do passado e do presente integram olhares do "Relatório de Imagens" do multiartista Carlos Vasconcelos


O cotidiano de Recife e Olinda desponta no trabalho "Relatório de Imagens" do multiartista pernambucano Carlos Vasconcelos que apostou em registros especiais de cartões postais turísticos, culturais e sociais das cidades pernambucanas em projetos exclusivos, que enfatizam a riqueza do estado em fotos e documentário. A Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda e o patrimônio arquitetônico pernambucano com destaque para o Teatro Santa Isabel, a Faculdade de Direito do Recife e a Assembleia Legislativa de Pernambuco integram esse novo processo de trabalho do artista, fotógrafo, escultor e diretor de arte e criação. “Saí por ai procurando um bom tema e trabalhando a luz e percebi pela coleta de imagens que tudo que nós temos é muito forte e que essa coleta de foto e vídeo poderia render um projeto diferenciado com várias perspectivas que intitulei de ‘Relatório de Imagens", destaca Carlos Vasconcelos.


Desta forma, algumas peculiaridades desses vários cartões postais entram no foco das ações que mostram novos olhares sobre diversos ambientes, lugares e endereços pernambucanos em um experimento com a tecnologia "dual pixel", focagem automática que permite um foco mais preciso de maneira mais rápida. "O resultado são fotos mais nítidas para realçar a beleza desses lindos e importantes pontos do Recife e Olinda que estou revisitando nesse processo de construção de um novo olhar sobre as cidades e tudo que lhe concretiza, enquanto significação da sociedade e do nosso povo", comenta o multiartista.

Toda efervescência da nossa história, arquitetura, cultura e sociedade são assim focados no projeto que invade as redes trazendo essa perspectiva própria do fotógrafo de algumas emblemáticas referências de Pernambuco. Um exemplo disso, por exemplo, é o registro peculiar da Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda em vídeo de cerca de sete minutos (https://www.youtube.com/watch?v=eueeO5908Ro). Destacando personagens como o Palhaço Chocolate, o Maestro Forró, Bob Marley e Capiba, o documentário reforça como o espaço cultural impacta com sua homenagem a personalidades e faces que criam e são história em nosso país e no mundo. Da mesma forma, reforça como sua opulência pesa numa das mais importantes tradições do estado, que é o Carnaval. "Presente em várias culturas, os nossos bonecos gigantes são grande parte da cultura do carnaval de Olinda e Recife. Por isso, a casa é um espaço importante e que ganha grande ênfase nas ações turísticas com os seus modelos que prestigiam Luiz Gonzaga, Chacrinha, o Maestro Spok, Cinderela e tantas pessoas do passado e do presente da nossa construção social", completa Vasconcelos.

Informações de Ivelise Buarque
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: