Para ler e refletir...

Clécio Dias*
Ah, você nem vai perceber, mas querer estar sempre certo vai lhe afastar das pessoas!
A necessidade de querer estar com a "razão" pode levá-lo a cometer injustiças!
Nem sempre vamos estar "certos" e não é necessário defender "incondicionalmente" o que temos como "realidade" ou "certeza".
Somos diferentes um do outro. Não há "almas" iguais, muito menos pensamentos ou ideias idênticos!
Cada ser humano tem sua "estrutura mental" baseada em experiências próprias, inclusive nós.
Por isso que você deve, em "debates" ou "discussões" focar nas ideias e não nas pessoas...
Não temos o poder de "julgar" e "condenar" pessoas em virtude do que elas pensam, não podemos, também, mudá-las!
Quando numa "peleja" com alguém você acredita cegamente que estar certo fecha os olhos para outras possibilidades.
Então, passamos a respeitar mais a "ideia" que defendemos do que a pessoa com quem debatíamos.
Tínhamos nossas razões para defender nossa "verdade", mas a outra pessoa também tinha razões para defender a dela.
Portanto, amadurecemos quando nos damos conta de que é insensato querer sempre estar certo, é impossível, aliás.
"Cada cabeça é um mundo", único, cheio de mistérios e encantos e...
Somos mais felizes quando sabemos identificar e separar a "opinião" e o "ser humano"...
e quando, num debate acalorado, tivermos que optar entre uma e outro, "sufoque" sua opinião e abrace o ser humano!
A opinião você pode mudar, a qualquer momento, mas a outra pessoa você não vai mudar!
As pessoas que você ama são muito mais importantes do que sua opinião "certa" ou "errada"...

*Clécio Gonçalves Dias é Poeta, corretor de Imóveis e advogado.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: