Comissão da campanha ao Conselho Tutelar explica detalhes sobre processo eleitoral em Santa Cruz


Nesta segunda-feira (26), Kleiton Ferreira e Alencar Lopes, respectivamente presidente e vice-presidente do COMDECA (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) e membros da comissão eleitoral que está organizando o pleito das vagas ao Conselho Tutelar participaram de entrevista no programa "Rádio Debate", da Rádio Polo FM.

Na entrevista, Kleiton Ferreira explicou como se deu o processo que culminará com a eleição, no dia 6 de outubro, desde o início do ano, onde de 40 postulantes, 29 chegam a esta fase das campanhas. "Logo após a publicação do edital, com 40 inscrições, uma foi automaticamente indeferida, pois o candidato não tinha domicílio eleitoral no município, que é um pré-requisito, logo após tivemos o curso, onde algumas pessoas desistiram de participar, caíram para 32 pré-candidatos, e agora estamos na campanha, com 29 nomes", afirmou.

Alencar Lopes, membro da comissão, lembrou que na eleição deste ano, os candidatos terão um acompanhamento do Ministério Público para que não cometam irregularidades durante o processo de escolha dos conselheiros tutelares.

Locais de votação

Uma das questões que diferencia o pleito deste ano de eleições de Conselho Tutelar de anos anteriores, é o fato de que a Justiça Eleitoral não participa da campanha, fazendo com que, por exemplo, urnas eletrônicas não sejam utilizadas na votação, pela falta de recursos para poder atender a todos os municípios (é importante salientar que as eleições para o Conselho Tutelar acontecerão em todo o Brasil no dia 6 de outubro). Desta maneira, a votação será em cédulas de papel, com os nomes dos candidatos e quadrados para a assinalar a opção e a votação será em apenas dois locais, provavelmente no centro da cidade, na Avenida 29 de Dezembro, uma vez que não haverá o tradicional livro com os votantes de cada seção, apenas uma lista em ordem alfabética com os nomes dos eleitores, a comissão eleitoral deverá fazer com que os eleitores tenham urnas com as letras iniciais dos seus nomes em salas distintas, para facilitar o processo.

Mesários

Uma vez que o voto na eleição para o Conselho Tutelar é facultativo e a Justiça Eleitoral não participará ativamente do pleito, a comissão eleitoral está buscando voluntários a atuarem nas eleições do dia 06 de outubro, para isto está buscando meios para garantirem a quantidade necessária para a realização do pleito.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: