Médico fala sobre infecção hospitalar, formas de transmissão e seus riscos para nossa saúde

Infecção hospitalar é uma infecção que o indivíduo adquire após a sua hospitalização ou realização de procedimento ambulatorial. 

O hospital é um centro onde bactérias, fungos, vírus, protozoários e outros microrganismos podem ser transmitidos de uma pessoa para outra. As causas das Infecções Hospitalares são esses microrganismos que podem ser transmitidos entre pessoas por gotículas de saliva, pelo ar com pó ou poeira e por meio de água ou alimentos contaminados, 

Segundo a SBI (Sociedade Brasileira de Infectologia), no Brasil, de 5% a 15% dos pacientes internados contraem algum tipo de Infecção Hospitalar.

Podemos citar os procedimentos ambulatoriais mais comuns como: cateterismo cardíaco, exames radiológicos com utilização de contraste, retirada de pequenas lesões de pele e retirada de nódulos de mama, etc. A manifestação da infecção hospitalar pode ocorrer após a alta, desde que esteja relacionada com algum procedimento realizado durante a internação. 

São considerados pacientes de risco, crianças, idosos, portadores de diabetes, pacientes com o sistema imunológico deprimido, quem usou antibióticos por prazo longo, ou foram operados, colocaram sondas ou cateteres, foram entubados, etc.

Dr. Sebastião Inácio tem experiência em pacientes adultos e idosos, graves e ambulatoriais. Atuou nas emergências do Hospital da Restauração, Hospital Agamenon Magalhães e Hospital das Clínicas. Em Caruaru foi médico das UTIS do Hospital Regional do Agreste e da Casa de Saúde Bom Jesus, além dos pacientes da Clinica Médica da Casa de Saúde Santa Efigênia. Atualmente atende em domicílios e também nos consultórios. Entre em contato pelo Whatsapp (81) 9.9854-7030.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: