Polícia Federal investiga organização criminosa chefiada por ex-gerente do Banco do Nordeste de Santa Cruz

Material da operação Impunitas - Foto: Polícia Federal / divulgação.
A segunda fase da “Operação Impunitas”, deflagrada pela Polícia Federal de Pernambuco na terça-feira (24), através da delegacia na cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A ação buscou envolvidos em uma organização criminosa, que tem como chefe o ex-gerente geral da Agência do Banco do Nordeste, em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e Palmares, na Zona da Mata.

A operação teve como finalidade o cumprimento de dois mandados de prisão preventiva em desfavor de um bancário/servidor público e um empresário, além de dez mandados de busca e apreensão, e diversas medidas cautelares decretadas, dentre elas, o sequestro patrimonial dos envolvidos, no valor de R$ 8.500,000, prejuízo inicialmente estimado como sendo o acusado pela organização criminosa.

Os crimes investigados pela PF são de gestão fraudulenta de instituição financeira, lavagem de dinheiro e associação criminosa, cujas penas podem ultrapassar os dez anos de reclusão. A primeira fase da operação foi deflagrada em 11 de junho deste ano.

Com informações do G1
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: