Dentista alerta para hipersensibilidade dental. Doença atinge três a cada dez brasileiros

Hipersensibilidade atinge mais de 30% da população, pode ser sintoma de falha no sistema de proteção dentária.


Três em cada dez brasileiros têm sensibilidade nos dentes. Segundo pesquisa da agência Kantar, o distúrbio atinge cerca de 32% dos brasileiros, podendo chegar a 70%, dependendo da faixa etária. São vários os fatores que podem influenciar a chamada hipersensibilidade. Escovação incorreta, consumo de bebidas e alimentos ácidos, desgastes dos dentes entre outros.

A Cirurgiã-dentista da Blanc Odontologia, Dra Katarina Chaves explica que os ‘choquinhos’ nos dentes nada mais são que sintomas de desgaste no sistema de proteção dentária. “Com a erosão do esmalte ou retração da gengiva, a parte interna, as dentinas, fica exposta e por serem cheias de terminações nervosas, qualquer estímulo que mude a sua pressão, como alimentos gelados, pode levar à dor”, conta a especialista.

O problema pode surgir de diversas formas, desde escovação agressiva, cremes dentais muito abrasivos, até o habito corriqueiro de ‘apertar’ os dentes em momentos de ansiedade e estresse. “Existem uma gama de tratamentos para o problema, desde dessensibilizantes aplicados no consultório até tratamento de canal em casos extremos”, explica Katarina. A dentista diz ainda que “alguns pacientes tendem a usar cremes dentais específicos para o problema, mas, na maioria das vezes, além de não resolver o problema, ainda mascaram problemas maiores”. Contudo, um erro comum é procurar ajuda de um especialista apenas quando a situação já está incontornável. “Como toda doença, quanto antes for tratada, melhor, então não deixe chegar a esse ponto. Com sintomas ou não, uma visita periódica ao dentista evita muitos problemas”, alerta Katarina Chaves.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: