Por que o conteúdo da Netflix é diferente no exterior


As mesmas regras que regem quais países têm acesso a conteúdo específico se aplicam a viajantes globais e, para evitar problemas legais com os estúdios, a Netflix impede que sua conta funcione fora dos países onde a Netflix opera.

Se você estiver viajando para outro país Netflix, poderá acessar a biblioteca Netflix desse país, que pode diferir do que é possível assistir em casa. Uma maneira de contornar isso é usar uma rede privada virtual (VPN).

Em cada país, a Netflix oferece programas e filmes diferentes, e sua conta não funciona ao se deslocar entre países. Existem várias razões importantes para as disparidades de serviço ao atravessar fronteiras.

Os estúdios de cinema e televisão de Hollywood investem muitos recursos em cada filme e programa que eles lançam, e os custos para criar esses trabalhos variam amplamente. Enquanto alguns filmes independentes são produzidos por apenas dezenas de milhares de dólares, os grandes sucessos de bilheteria podem custar centenas de milhões para serem produzidos. 

Com tanto dinheiro em jogo cada vez que um filme é criado, os estúdios fazem o possível para fazer cumprir rigorosamente os direitos autorais e ganhar o máximo possível por seus investimentos.

Os estúdios sempre procuraram obter grandes vendas nas bilheterias, mas a vida de um filme depois de deixar os cinemas mudou drasticamente na última década. A pirataria costumava ser apenas um pequeno problema, pois era preciso muito trabalho para replicar fitas VHS e revendê-las no mercado negro. Mas com o aumento da Internet, a pirataria digital e a passagem de fitas e DVDs para o streaming online afetaram os lucros dos estúdios.

Os estúdios se adaptaram oferecendo filmes à venda em lojas, incluindo a iTunes Store da Apple (AAPL) e a Amazon.com (AMZN). Como a Netflix passou de um serviço de DVD por correio para um serviço de streaming, seu orçamento para conteúdo digital aumentou e se tornou uma importante fonte de receita para os estúdios.

Os estúdios aplicam os direitos autorais por país, pois diferentes mercados têm demandas diferentes por conteúdo específico. Por exemplo, um filme muito popular nos Estados Unidos pode ser desinteressante no Brasil, e uma comédia britânica de sucesso pode não ser tão engraçada para o público americano.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: