Polícia investiga vídeo em que três onças pintadas são exibidas mortas sobre caminhonete


A Polícia Civil está investigando um vídeo que circula nas redes sociais mostrando três onças-pintadas mortas a tiros e exibidas em cima de uma caminhonete. Os policiais receberam a informação de que o crime ocorreu na zona rural de Cocalinho, a 765 km de Cuiabá, na região do médio Araguaia.

As investigações, que inciaram na terça-feira (12), apuram se as imagens são recentes e se teriam sido feitas no município mato-grossense.

“As imagens chegaram ao nosso conhecimento e mostram a prática de crime ambiental por parte de duas ou três pessoas. Nas imagens não é possível identificar o local, mas equipes da Polícia Civil já estão nas ruas procurando pistas”, disse o delegado de Cocalinho, Valmon Pereira.


Homem conta como matou as onças

O vídeo que circula nas redes sociais é feito por uma mulher. Ela mostra os animais abatidos e ainda parabeniza o suspeito, identificado apenas pelo apelido de 'Carrapicho'.

O homem afirma que as onças estavam numa árvore e diz que duas delas são filhotes e a outra seria a mãe.

Representantes da ONG Panthera afirmaram que tiveram conhecimento do vídeo e aguardam o resultado das investigações para tomar providências.

O abate e a caça de onças são crimes ambientais, com pena prevista de seis meses a três anos de prisão e multa.

Onça-pintada

A onça-pintada é considerada o maior felino do continente americano. A espécie pode viver em vários tipos de habitat, desde que uma parte da vegetação seja densa. Ela é considerada um animal solitário e territorial.

A espécie era encontrada desde o Sudoeste dos Estados Unidos até o Norte da Argentina. No entanto, está oficialmente extinta nos Estados Unidos e já é uma raridade no México.

As populações vêm diminuindo devido ao confronto com atividades humanas. A espécie é classificada pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) e pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) como vulnerável e está no Apêndice I da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies de Fauna e Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção (Cites).

O risco de extinção está associado ao comércio. A comercialização da onça-pintada só é permitida em casos excepcionais, mediante autorização expressa.

Informações do G1
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: