Deslizamento de barreira deixa sete mortos e três feridos no Recife

Foto: reprodução / TV Globo.
Um deslizamento de barreira na Rua Bela Vista, no Córrego do Morcego, no bairro de Dois Unidos, na Zona Norte do Recife, deixou sete mortos e três feridos, na madrugada desta terça-feira (24). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o deslizamento aconteceu às 2h55 e atingiu duas casas.

Entre as vítimas que morreram no local, estão três adultos, uma criança e um bebê. "Quando eu cheguei, estava a casa destruída, entrei em desespero. Começamos a cavar e tirar os destroços de cima", contou Marco Antônio, vizinho das vítimas que ajudou no resgate.

Após oito horas de busca, e com a ajuda de cães treinados, os bombeiros encontraram os corpos de duas mulheres que estavam desaparecidas.

Os corpos foram localizados às 11h48 e os nomes e as idades delas não foram divulgados até a última atualização desta matéria. Não foi informado se essas duas vítimas têm parentesco com as outras cinco pessoas que morreram no deslizamento e com as três pessoas que ficaram feridas no acidente e pertenciam à mesma família.

Veja quem são as vítimas do deslizamento

Mortos:
  • Emanuel Henrique de França, de 25 anos: marido de Érica e pai de Érick.
  • Érica Virgínia, de 19 anos: esposa de Emanuel e mãe de Érick.
  • Érick Junior, de 2 meses: filho do casal.
  • Lucimar Alves, de 50 anos: avó de Daffyne.
  • Daffyne Kauane Alves, de 9 anos: neta de Lucimar.
  • Duas mulheres ainda não identificadas e de idade não divulgada

Feridos:

Otoniel Simião da Silva, de 57 anos: foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife, mas o estado de saúde dele não foi divulgado até a última atualização desta matéria. Ele é marido de Lucimar e primo de Emanuel, que morreram no deslizamento.

Luiz Tadeu Costa, de 56 anos: também foi encaminhado para a UPA de Nova Descoberta, mas recebeu alta no início da manhã. Ele é marido de Cristina, que também se feriu no deslizamento.

Cristina Gomes da Silva, de 43 anos: foi socorrida para o Hospital da Restauração, no Derby, na área central do Recife, com escoriações e tem quadro clínico estável. É irmã de Lucimar e esposa de Luiz.
Seis viaturas do Corpo de Bombeiros foram ao local: duas de busca e salvamento, uma de busca com cachorros, uma de comando operacional e duas de resgate. Equipes da Defesa Civil do Recife também foram ao local do deslizamento.

Em nota, o Corpo de Bombeiros afirmou que "não pode determinar as causas do acidente". Não chovia no momento do deslizamento da barreira e moradores da área relataram que dois canos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) existentes no local estouraram e o vazamento, iniciado às 2h, teria feito a barreira deslizar.

"Pode ter havido o rompimento. O abastecimento de água da região realmente aconteceu ontem [segunda, 23], mas o rompimento não foi causado pelo rodízio. Estava sendo abastecido no momento do desastre", declarou o gerente da região leste da Compesa, Aprígio Cunha.

Em nota, a Compesa informou que foi acionada por volta das 3h por conta de um vazamento em Dois Unidos. "Imediatamente o sistema que abastece a localidade foi desligado. No momento, a Companhia em conjunto com a Defesa Civil está no local para apurar as causas e saber o que de fato motivou o acidente", afirmou.

Ainda no texto, a Compesa declarou que "lamenta o ocorrido e se solidariza com as famílias que estão recebendo toda a assistência das equipes sociais da Companhia".

Informações do G1

Postar um comentário

0 Comentários