Magalu

Estudantes do SESI-PE são pré-selecionados para o prêmio internacional Dean’s List


Dois alunos do SESI-PE foram pré-selecionados para disputar o prêmio internacional Dean’s List, que reconhece a liderança e dedicação dos estudantes de 1º e 2º ano do Ensino Médio que mais se destacaram no campeonato FIRST Tech Challenge (FTC) – no qual jovens de 15 a 18 anos são desafiados a projetar, prototipar e programar robôs com os mesmos equipamentos usados por grandes engenheiros. Rauanny Cocino e Douglas Numeriano, ambos de 15 anos, estão concorrendo à vaga na etapa mundial, além de uma bolsa de estudos e carta de indicação às universidades no exterior.

Alunos do 2º ano do Ensino Médio do SESI Ibura e integrantes da equipe de robótica Rev Atom, eles foram avaliados individualmente e garantiram a oportunidade de disputar a fase nacional após preencherem os critérios do Dean’s List, como expertise técnica, paixão por tecnologia, comprometimento, bom trabalho em equipe, criatividade, além de habilidade em liderar e motivar outros membros.

Ao todo, 16 estudantes foram selecionados para a próxima etapa, marcada para o dia 15 de fevereiro. Todos passarão por uma entrevista online de análise com dois juízes e apenas um será escolhido para representar o Brasil na etapa mundial, em Houston, nos Estados Unidos. O vencedor ganhará bolsa de estudos, carta de indicação às universidades no exterior e um incentivo financeiro da família Kamen, patrocinadora do prêmio.

A professora de matemática do SESI Ibura e técnica da Rev Atom, Daniele Amaral, está auxiliando os jovens e acredita nas chances de conquistarem a tão almejada classificação. “Conheço de perto o potencial dos dois e estou esperançosa que algum deles conquiste a vaga, pois eles são focados e competentes. Rauanny é minha aluna desde o 7º ano do Ensino Fundamental e sua determinação sempre me chamou a atenção. Ela é altamente disciplinada, boa em exatas, português e inglês. Já Douglas demonstra interesse em cálculo e lógica, sempre teve notas altas em matérias do mesmo ramo e é apaixonado por engenharia e programação”, comentou.

Para estimular a democratização do acesso à tecnologia, a dupla, juntamente com o restante da equipe Rev Atom – desenvolveu oficinas de robótica, entre os meses de setembro e dezembro, em creches e associações infantis. Por lá, construíram robôs feitos de sucata e materiais reaproveitáveis, como garrafa pet. A ação fez parte de uma das categorias de avalição: projeto social e de pesquisa. “Ruanny comentou comigo que não imaginava que, por meio da tecnologia, podemos abrir portas para um mundo novo, cheio de surpresas e alcançar tantas crianças, mostrando o poder da robótica e que robôs existem além de filmes e desenhos”, recordou a professora. Segundo a docente, os preparativos para próxima fase estão a todo vapor: Rauanny e Douglas estão tendo aulas de inglês e estudando sobre os princípios da FTC.

Postar um comentário

0 Comentários