Poesia de luto: Morre o poeta repentista pernambucano Valdir Teles


Faleceu neste domingo, 22 de março, aos 64 anos de idade, o poeta repentista e violeiro Valdir Teles, após sofrer infarto, em sua residência, na cidade de Tuparetama, no Sertão de Pernambuco. A informação da morte de Valdir foi confirmada pelo poeta e companheiro de jornada, Geraldo Amâncio, em suas redes sociais.

“Uma notícia muito triste para o mundo da viola e da poesia. Estou muito abalado, muito triste, com a notícia do falecimento do cantador mais querido da atualidade, o poeta Valdir Teles, o qual acaba de falecer de um infarto. Até onde me avisaram, faleceu em casa em Tuparetama, Pernambuco. As últimas cantorias que ele fez foi comigo, na semana passada. A cantoria perde um monstro do repente e eu perco um grande companheiro, meu amigo e defensor. Vou pedir ao supremo pai divino que o acolha no mais belo dos céus”, escreveu Geraldo.

Poeta repentista dos mais consagrados da poesia popular nordestina, Valdir Rodrigues Teles, nasceu em 18 de julho de 1955, na cidade de Livramento, no Cariri paraibano, mas foi levado ainda recém nascido para São José do Egito, sertão do Pajeú pernambucano, onde recebeu forte influência da cultura local e teve o primeiro contato com a cantoria de viola.

Em 1993 Valdir Teles mudou-se para Tuparetama, cidade vizinha a São José do Egito e também situada no alto sertão do Pajéu, região internacionalmente conhecida como a Grécia dos cantadores e o reino imortal da poesia.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: