Risco de infecção por coronavírus (covid – 19) é maior em fumantes, alerta INCA


O Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) emitiu um alerta sobre os riscos do tabagismo e do uso e compartilhamento do Narguilé para infecção pelo Coronavírus (Covid – 19). 

O tabagismo e o aumento do risco de infecções bacterianas e virais

Fumar aumenta o risco de infecções bacterianas e virais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde foi documentado que os fumantes têm um risco de duas a quatro vezes maior de contrair doença pulmonar pneumocócica invasiva - uma doença associada à alta mortalidade. O risco de influenza é duas vezes mais alto e mais grave em fumantes, em comparação com não fumantes. No caso da tuberculose, fumantes têm duas vezes mais risco de contrair a infecção e quatro vezes maior para mortalidade por essa enfermidade.

Aumento do risco de infecção por coronavírus (covid – 19) entre fumantes

Ainda não há evidências robustas para sugerir um risco aumentado de infecção entre fumantes. No entanto, a análise das mortes por coronavírus na China mostra que os homens têm maior probabilidade de morrer do que as mulheres, algo que pode estar relacionado ao fato de que os homens chineses fumam mais do que as mulheres. Entre os pacientes chineses diagnosticados com pneumonia associada ao coronavírus (covid – 19), as chances de progressão da doença (inclusive até a morte) foram 14 vezes maiores entre as pessoas com histórico de tabagismo em comparação com as que não fumavam. Esse foi o fator de risco mais forte entre os examinados.

O que é o narguilé

O narguilé, também conhecido como cachimbo d’água, shisha ou hookah, é um dispositivo para fumar no qual uma mistura de tabaco é aquecida e a fumaça gerada passa por um filtro de água antes de ser aspirada pelo fumante, por meio de uma longa mangueira. Por utilizar água no processo como se fosse um tipo de filtro, o consumo de narguilé é visto como menos nocivo à saúde, o que não é verdade, pois é tão ou mais prejudicial que outras formas de uso do tabaco.

O uso do narguilé e o risco de infecções

Fumar narguilé normalmente é uma ação feita em grupos. Cada sessão dura em torno de 45 a 60 minutos. Uma rodada de uma hora produz fumaça que pode equivaler ao consumo de cem cigarros. A mangueira do narguilé é passada de pessoa a pessoa e todas compartilham a mesma piteira (que é a parte colocada na boca). Desta forma, é razoável imaginar que o fumante de narguilé estará exposto a diversos micro-organismos que podem causar doenças, incluindo o coronavírus (covid – 19).

Como o narguilé pode ser contaminado por micro-organismos infecciosos?

O risco de transmissão de agentes infecciosos por meio do fumo do narguilé é alto, pois os micro-organismos podem passar facilmente por meio das piteiras e mangueiras de uma boca para a outra.

Cabe ressaltar ainda que os fumantes costumam tossir nas mangueiras do narguilé e a umidade da fumaça do tabaco promove a sobrevivência de microrganismos dentro dela. O uso de água fria na base ou jarro pode facilitar a sobrevivência de vírus e bactérias. Além disso, a disseminação de doenças infecciosas também pode resultar da preparação manual do narguilé, sobre a qual não se tem controle.

Medidas tomadas por outros países considerando o risco potencial de infecção por coronavírus (covid – 19) por meio do uso de narguilé

Alguns países da região do Mediterrâneo oriental, como Irã, Kuwait, Paquistão, Catar e Arábia Saudita, proibiram o uso do narguilé em locais públicos, como cafés, bares ou restaurantes, para evitar a transmissão do coronavírus (covid – 19).

Recomendações:

Informar o público sobre o aumento do risco de infecção por coronavírus (covid – 19) em fumantes em comparação com não fumantes.
Informar o público sobre o alto risco de infecção por coronavírus (covid – 19) ao usar narguilé.
Orientar todos os estabelecimentos públicos, tais como cafés, bares, restaurantes e outros sem exceções, sobre a sua responsabilidade de proibir o uso do narguilé.
Orientar o fumante que fumar faz mal à saúde e que não compartilhe o narguilé e outros dispositivos para fumar.
Incentivar o fumante a parar de fumar.

Referência
WHO FRAMEWORK CONVENTION ON TOBACCO CONTROL. Increased risk of COVID-19 infection amongst smokers and amongst waterpipe users. Available at: https://untobaccocontrol.org/kh/waterpipes/covid-19/ Access in: 16 mar. 2020

Fonte: INCA

Postar um comentário

0 Comentários