Pernambuco confirmou 366 novos casos e mais 58 óbitos por Covid-19 nesta terça (28)


O Estado de Pernambuco confirmou, nesta terça-feira (28.04), 366 novos casos da Covid- 19, sendo 170 casos que se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), portanto internados e/ou mais graves, além de outros 196 casos leves. Agora, o Estado totaliza 5.724 casos confirmados (3.858 casos graves e 1.866 casos leves).

Dos casos graves, 1.508 estão em isolamento domiciliar e 899 internados, sendo 181 em UTI e 718 em leitos de enfermaria, tanto na rede pública quanto privada. Além disso, o boletim aponta 943 pacientes já recuperados da doença.

Até agora, os casos graves confirmados da doença estão distribuídos por 112 municípios pernambucanos, além do Arquipélago de Fernando de Noronha e da ocorrência de pacientes em outros Estados e países.

Também foram confirmados laboratorialmente 58 óbitos (sendo 30 homens e 28 mulheres), de pessoas residentes nos municípios de Abreu e Lima (2), Aliança (1), Arcoverde (1), Cabo de Santo Agostinho (1), Carnaíba (1), Custódia (1), Garanhuns (1), Goiana (3), Igarassu (1), Itapissuma (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Nazaré da Mata (1), Olinda (7), Paulista (6), Recife (24), Salgueiro (1), São Lourenço da Mata (1), Sirinhaém (1), Vitória de Santo Antão (1). Com isso, o Estado totaliza 508 mortes pela Covid-19.

Os pacientes tinham idades entre 27 e 94 anos e faleceram entre os dias 18 e 27 de abril. As faixas etárias dessas pessoas são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (1), 40 a 49 (4), 50 a 59 (10), 60 a 69 (16), 70 a 79 (17), 80 ou mais (9). Dos 58 pacientes que vieram a óbito, 30 apresentavam comorbidades, como histórico de hipertensão (19), diabetes (11), doença renal (5), doença cardiovascular (7), obesidade (4), doença pulmonar obstrutiva crônica (1) e hipotireoidismo (1) - o mesmo paciente pode ter mais de uma comorbidade. Os demais estão em investigação pelos municípios.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 1.601 casos foram confirmados e 1.065 descartados. As testagens abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Estado foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar os profissionais da área da saúde.

LEITOS - Em mais uma prestação de contas em relação às ações de combate à pandemia, Paulo Câmara e Geraldo Julio anunciaram que o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife estão disponibilizando, juntos, 1.132 novos leitos para o tratamento dos pacientes do novo coronavírus. Desses, 677 são leitos de enfermaria, enquanto os outros 455 são UTIs totalmente equipadas e preparadas para atender a população. Do total de leitos, 750 são da rede estadual, sendo 364 de UTI.

Paulo Câmara reforçou a importância da parceria estratégica com a Prefeitura do Recife para ampliação da oferta dos leitos no sistema. Ele também elencou que novos leitos de UTIs e enfermarias também foram criados em mais 12 municípios da Região Metropolitana e do interior. Esses leitos estão nas cidades de Moreno, Cabo de Santo Agostinho, Paulista, Olinda, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Afogados da Ingazeira, Salgueiro e Petrolina.

Paulo Câmara lembrou que em 18 de março anunciou um esforço conjunto para criar mil novos leitos em Pernambuco para enfrentar a epidemia do novo Coronavírus. Naquele momento, o Estado tinha apenas 22 casos confirmados e nenhuma morte. “Para muitos, a meta de mil leitos e o inicio do isolamento social pareciam exagerados. Quarenta dias depois, ultrapassamos a meta dos mil novos leitos criados e a realidade que se impõe a todos nós é que precisamos avançar ainda mais”, disse.

O governador destacou a importância da operação logística, política e sanitária para criar leitos e disse que esse processo vai continuar. No mês de maio, os municípios de Caruaru, Serra Talhada e Petrolina receberão reforços, com a entrega de novos leitos e a inauguração de três hospitais de campanha.

O prefeito do Recife, Geraldo Julio, destacou ainda, a importância do isolamento social. “É muito importante ampliar o isolamento para que o sistema de saúde não seja pressionado, como aconteceu em muitos países. Não devemos relativizar os números. Nós estamos falando de pessoas, de famílias”, enfatizou Geraldo Julio.

ATENDE EM CASA - O aplicativo Atende em Casa atenderá, já a partir desta quarta-feira (29.04), a população dos municípios de Goiana, na Zona da Mata Norte do Estado, e Garanhuns, no Agreste Pernambucano, beneficiando cerca de 220 mil pessoas. Com as duas novas cidades contempladas pela iniciativa do Governo de Pernambuco em parceria com a Prefeitura do Recife, já são nove o número de municípios abrangidos (Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, São Lourenço da Mata, Camaragibe, Caruaru, Serra Talhada, Goiana e Garanhuns) pela ferramenta indicada para pessoas que estejam apresentando sintomas gripais. A expectativa é que o aplicativo chegue, já nos próximos dias, aos municípios de Moreno, Itapissuma, Ipojuca, Ilha de Itamaracá, Igarassu, Araçoiaba e Abreu e Lima.

Até o último domingo (26.04), 6.455 usuários provenientes dos municípios atendidos pelo Governo de Pernambuco já haviam se cadastrado na ferramenta. Já foram realizadas 1.418 tele-orientações pelos profissionais. Cerca de 600 pessoas foram orientadas a procurarem uma unidade de saúde. O aplicativo, disponível pelo site www.atendeemcasa.pe.gov.br e para smartphones com sistema Android, permite que médicos, enfermeiros ou residentes médicos façam videochamadas e orientações aos usuários.

Cerca de 40 profissionais de saúde estão sendo treinados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), responsável por coordenar os atendimentos fora do Recife, e devem se juntar aos 70 servidores que já estão atuando no Atende em Casa, reforçando as escalas de plantão. Os profissionais recebem orientações quanto ao uso do aplicativo, protocolos clínicos da Covid-19 e fluxo de atendimento nas unidades de saúde.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: