Açude do Congo sangrando em 2020

Após 11 anos sem atingir sua capacidade máxima e tendo chegado a secar totalmente, o açude Cordeiros, localizado no município do Congo, na região do Cariri paraibano, voltou a sangrar em 2020.

O açude tem capacidade para acumular mais de 70 milhões de metros cúbicos de água e ficou muito conhecido no Nordeste porque suas águas foram usadas por muitos anos no balneário Rabo do Pavão que foi palco para muitos carnavais e outras festas.



Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: